Notícias

Saiba tudo sobre o lançamento de Shine, livro de Jessica Jung

9 / outubro / 2020

Livro de estreia da idol chega às livrarias e lojas on-line em 29 de outubro, com sobrecapa exclusiva

Atenção, Golden Stars! Chegou o momento que vocês tanto esperavam.

Shine: Uma chance de brilhar está chegando, e queremos contar tudo para vocês sobre esse lançamento tão aguardado!

Que o livro terá uma sobrecapa exclusiva, vocês já sabiam. A arte feita pelo Junno Sena foi escolhida pela própria autora no concurso Minha chance de brilhar com Jessica Jung e é exclusiva da edição brasileira!

Mas o que vocês não sabiam é que, além dessa arte lindíssima de sobrecapa, quem comprar os exemplares da primeira tiragem também ganhará um kit com 3 photocards incríveis inspirados no livro!

Demais, né? ♥

Corre para garantir o seu em pré-venda.

 

Também fizemos uma entrevista exclusiva com o Junno Sena, que fez a ilustração da sobrecapa, e conversamos sobre suas inspirações, seu processo criativo e qual a sensação de ter sua arte em um livro da Intrínseca. Junno tem 24 anos, é formado em jornalismo, mestrando em antropologia e um superfã de K-pop! Ele trabalha como designer há três anos, e vocês podem segui-lo no Instagram, no Twitter ou no Behance. Confira a entrevista completa:

Junno Sena via Instagram

Junno, conta para a gente: como você começou a ilustrar e quais são suas inspirações e temas favoritos?

Eu gosto de ilustrar rostos e vivências que não encontramos por aí com tanta frequência. Como LGBT e negro, eu sempre procuro ilustrar pessoas como eu e histórias que fogem do padrão. Eu desenho há anos, mas essa busca por ilustrar pessoas como eu é bem recente. Fiz vários cursos de desenho, procurei diversas inspirações, tentando encontrar autoestima suficiente para poder me lançar no mercado, e agora, finalmente, é o que eu estou fazendo.

 

E como foi o processo de criar a ilustração para o concurso?

Foi desafiador e maravilhoso. Primeiro porque eu sou apaixonado por K-pop e também pela estética das capas dos livros coreanos. O desafio foi todo o trabalho de pesquisa, encontrar estilos que pudessem combinar com a história da Jessica e que contemplassem o meu estilo também. E claro que eu mandei várias ideias para amigos até encontrar a certa.

Além da pesquisa, teve vários momentos em que só coloquei um Girls’ Generation de fundo para sentir a vibe que estava buscando para a ilustração. Mas, chegar no fim da ilustração, depois de vários esboços e várias ideias, foi ótimo. Foi uma das ilustrações do ano que me deram aquele gostinho de “trabalho cumprido”.

 

Você tem uma relação pessoal com o K-pop? O que esse universo significa para você?

Sim! Hoje em dia, eu não consumo mais tanto, mas a cultura coreana, e a japonesa, sempre estiveram presentes na minha vida. E vai mais além do que simplesmente consumo e entretenimento. O que eu acho maravilhoso no K-pop é como ele consegue trazer visões de mundo completamente diferentes das quais eu estou acostumado.

Eu escuto K-pop e assisto dorama desde os meus 17 anos, então toda essa estética influenciou muito quem eu sou e o que eu gosto. Mais do que em qualquer momento da minha vida, esse gênero abriu portas para mim. Não apenas com essa oportunidade dada pela Intrínseca, mas com esse “convite” a experimentar algo novo com toda música e MV lançados.

 

Como foi a sensação de ver a Jessica Jung escolhendo sua arte?

Se eu não disser que gritei, é mentira. Mesmo tendo lido o meu nome na descrição do Instagram, eu não acreditei quando escutei a Jessica dizendo o meu nome. Foi uma honra que rendeu vários áudios animados para os meus amigos.

 

Sua ilustração inicial incluía referências à carreira da Jessica, mas, por questões contratuais, elas não puderam ser usadas na sobrecapa do livro, então seguimos em outra direção. Como foi essa experiência de estar inserido nos bastidores do mercado editorial? Que soluções você usou?

Um sonho se tornando realidade, talvez? Sempre sonhei em trabalhar com o mercado editorial, fosse escrevendo, fosse ilustrando. É um mundo muito mágico na minha cabeça, por estar levando o sonho de uma pessoa a várias outras. E isso é incrível.

Como eu disse antes, trabalho com design há alguns anos, então já estou um pouco acostumado com essa parte das alterações. Encontrar soluções, outros caminhos, faz parte. Bom, quando me avisaram das mudanças, eu pensei em tentar representar o fandom da Jessica Jung de alguma forma.

Porque eu, como fã de vários grupos, gostaria de me ver ali. Por isso, segui com um pôster de “You are a Golden Star”, que eu espero que faça com que todos os Golden Stars se sintam parte dessa arte.

 

O que você acha que não pode faltar em Shine: Uma chance de brilhar?

Clichê de dorama! Eu amo um clichêzão de dorama e acho que é isso que eu vou procurar ansioso em Shine. Uma visão nova sobre o mundo dos idols, mas sem esquecer os detalhes com os quais nós, fãs da cultura coreana, estamos habituados.

Tags , , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Notícias

10 doramas com triângulos amorosos tão shipáveis quanto o da Trilogia Verão

10 doramas com triângulos amorosos tão shipáveis quanto o da Trilogia Verão

SHINE, de Jessica Jung, chega às livrarias em 2020

SHINE, de Jessica Jung, chega às livrarias em 2020

Primeiro romance de Quentin Tarantino será publicado pela Intrínseca

Primeiro romance de Quentin Tarantino será publicado pela Intrínseca

Oprah Winfrey e Brad Pitt vão produzir filme de “A dança da água”

Oprah Winfrey e Brad Pitt vão produzir filme de “A dança da água”

Comentários

Uma resposta para “Saiba tudo sobre o lançamento de Shine, livro de Jessica Jung

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *