Notícias

The Outsiders: Vidas sem rumo retorna às livrarias em edição de luxo

7 / abril / 2020

O ano é 1967, e S. E. Hinton, uma menina de apenas 17 anos, está prestes a lançar seu primeiro livro, The Outsiders: Vidas sem rumo. A história de Ponyboy e seus amigos começou a ser escrita quando a autora tinha 15, mas talvez a ideia estivesse em sua mente muito tempo antes disso.

Hinton era de família humilde e, quando subitamente foi transferida para uma sala com alunos de classe média, descobriu que havia na escola uma tensão social muito maior do que imaginara. Você conhece essa história, talvez já tenha vivido isso, mas para a autora foi um choque de realidade. Um choque pior ainda foi quando um de seus amigos levou uma surra apenas por ser pobre. Dessa indignação nasceu a trama sobre a eterna rivalidade entre os Greasers, jovens pobres e delinquentes, que amam seus cabelos com brilhantina e protegem seu bando custe o que custar, e os Socs, riquinhos que têm todas as oportunidades do mundo e conseguem se safar das piores situações.

The Outsiders: Vidas sem rumo revolucionou a literatura jovem e passou a ser adotado em muitas escolas. Uma história complexa e profunda sobre uma juventude marginalizada em um cotidiano sombrio e violento, o livro conquistou de adolescentes a professores, de presidiários a policiais, de assistentes sociais a avós.

Da esquerda para a direita: Tom Cruise, Rob Lowe, C. Thomas Howell, Matt Dillon, Ralph Macchio, Emilio Estevez e Patrick Swayze

O sucesso foi tanto que, anos depois, Francis Ford Coppola, diretor de obras-primas como O Poderoso Chefão e Apocalypse Now, recebeu um exemplar do livro junto a uma carta assinada por 300 alunos de uma escola da Califórnia. Nela, eles imploravam que ele adaptasse o livro de Hinton para as telas de cinema. A história sobre jovens rebeldes da década de 1960 não se parecia em nada com que o consagrado diretor já havia feito em sua carreira, mas ele aceitou o desafio e, em 1983, Vidas Sem Rumo chegava aos cinemas com elenco estrelar (contando com nomes como Patrick Swayze, Tom Cruise e Matt Dillon, ainda em início de carreira).

Mais de cinquenta anos se passaram desde a publicação do livro de Hinton, mas a gangue de Ponyboy, Sodapop e cia continua inspirando gerações. Agora, o livro está de volta às livrarias brasileiras em uma edição de luxo com capa dura, pintura trilateral, ilustrações e imagens dos bastidores do filme. A edição conta ainda com uma carta da autora e prefácio de Ana Maria Bahiana.

Mesmo que os anos tenham passado e os nomes tenham mudado, a eterna rivalidade entre grupo de jovens permanece viva até hoje, seja entre os alunos de escola pública e os de escola particular ou entre CDFs e valentões — se sentir deslocado é uma experiência universal.

Tags , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Notícias

Território Lovecraft e os fantasmas do racismo

Território Lovecraft e os fantasmas do racismo

Café da manhã dos campeões, um dos maiores best-sellers de Kurt Vonnegut, ganha nova edição

Café da manhã dos campeões, um dos maiores best-sellers de Kurt Vonnegut, ganha nova edição

Participe do Concurso Shine e ilustre uma sobrecapa da Intrínseca

Participe do Concurso Shine e ilustre uma sobrecapa da Intrínseca

Novo livro de Elena Ferrante chega às livrarias em 1º de setembro

Novo livro de Elena Ferrante chega às livrarias em 1º de setembro

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *