Um ano de intrínsecos: minha experiência como assinante

Por Clara Savelli

25 / outubro / 2019

O intrínsecos fez um ano em setembro! Nem dá para acreditar que já recebi tantas caixinhas. E todo mês fico emocionada, empolgada e surpresa com o conteúdo. Se por acaso você não conhece o intrínsecos, não se preocupe, vou explicar: o intrínsecos é o clube do livro da editora Intrínseca, que todos os meses envia para a sua casa livros inesquecíveis. E o melhor de tudo: você vai ler antes de todo mundo! Sim, é isso mesmo. Os assinantes recebem uma edição especial do livro, em capa dura e com fitilho, em geral 45 dias antes do título chegar às livrarias. A edição do clube é exclusiva, ou seja, diferente daquela que vai ser disponibilizada para venda depois.

Quer exclusividade, @? Achou!

E, na minha opinião, sabe o que é mais legal (além dos livrinhos, óbvio)? É que cada caixa vem com itens incríveis, feitos especialmente para os assinantes, que combinam com o universo da narrativa. Ou seja, recebemos objetos que têm tudo a ver com a história, além de marcador exclusivo, postal com a capa da edição que será comercializada (também ficamos sabendo disso antes de todo mundo!) e uma revista cheia de conteúdo extra, que expande nossa experiência de leitura e nos faz mergulhar ainda mais naquele mundo que acabamos de conhecer e do qual já estamos com saudades (mas nada impede que você leia a revista antes do livro, se preferir. Ela não tem spoilers!).

O clube do livro da Intrínseca começou como uma forma de comemorar os 15 anos da editora, realizados em 2018, e graças a Deus não tem prazo para acabar. Minha experiência nesse um ano como assinante foi incrível, acho que a única encomenda que superaria a caixa do clube é essa aqui:

Falando sério agora, vou dar cinco motivos para você também se tornar um intrínseco.

 

Ler algo que tire você da sua zona de conforto

Acho que essa foi uma das coisas mais legais que o clube me proporcionou. Eu escrevo romances adolescentes (aliás, você já leu meu livro publicado pela Intrínseca?) e, em geral, tendo a ler livros desse mesmo gênero (pois amo, apesar de não ser mais adolescente faz um tempinho, rs). Gosto muito de outros gêneros literários, mas acabo sempre lendo mais e mais romances que estão na minha zona de conforto.

Assinar o intrínsecos fez com que eu voltasse a ler obras de outros gêneros com mais frequência. Afinal, eles já estavam em minhas mãos e com todo esse conteúdo adicional incrível. Conclusão? Alguns dos melhores livros que li esse ano não foram meus queridos romance. Um exemplo disso é O Desaparecimento de Stephanie Mailer, um policial maravilhoso que veio na primeira caixa do clube.

 

Eventos especiais

Ser assinante me deu a chance de participar de três eventos especiais esse ano, e eles foram maravilhosos. O primeiro foi um café da manhã promovido pela editora entre os assinantes e as autoras da Intrínseca convidadas para a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), Mariana Enriquez e Karina Sainz Borgo. Além disso, na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, os assinantes também tiveram encontros superespeciais com C. J. Tudor (autora de O Homem de Giz e O que aconteceu com Annie) e Mark Manson (A sutil arte de ligar o f*da-se e F*deu geral). Os dois escritores são incríveis e sempre marcam presença na lista de mais vendidos. Na foto, vocês podem ver eu e meu best Mark. Até emprestei uma caneta para ele (rs, a parte da caneta é verdade. Inclusive ela aparece na foto).

A parte boa desses encontros é que, além de ter a chance de bater um papo exclusivo com os autores, também dá para pegar autógrafo rapidinho, sem aquele caos dos grandes eventos. Sem falar que a Intrínseca sempre pede para os assinantes mandarem perguntas e as usa no bate-papo, o que é muito legal.

 

Sorteios exclusivos

Vira e mexe acontece algum sorteio exclusivo para quem é assinante do intrínsecos. Sempre que recebo um e-mail, já fico animada, porque costumam ser prêmios incríveis. Lançamentos, brindes especiais, marcadores e outros presentes maravilhosos. Tudo isso apenas para assinantes. Exclusividade é com certeza um dos termos que melhor definem esse clube do meu coração. A seguir temos imagens reais de como eu fico quando corro para me inscrever:

 

Conteúdo digital extra

Outra coisa que chega com certa regularidade na minha caixa de entrada por ser assinante é conteúdo digital extra. Inclusive, eu tive a honra de escrever um conto do universo do meu livro exclusivamente para os assinantes, e ele foi enviado um pouco antes do lançamento de As férias da minha vida. Foi incrível receber o e-mail com meu próprio texto, e espero que os outros assinantes tenham curtido a experiência. A ideia é que vocês conhecessem um pouquinho da história antes de todo mundo e ficassem curiosos para comprar e ler o livro. Eu fico bem assim quando recebo um conteúdo mara:

 

Estante linda e perfeita

Vocês já viram os livros do intrínsecos? Sinceramente, mal tenho palavras para descrevê-los. Eles têm cores maravilhosas, um primor de edição, capa dura e, é claro, ficam perfeitos na sua estante. A única questão é se os livros devem ser guardados em ordem cronológica, seguindo o envio, ou por cor. Apesar de adorar a forma como os livros ficam organizados por cores, eu sou do time ordem cronológica. Independentemente do que você escolher, uma coisa é certa: eles vão ficar lindos na sua estante.

Espero que vocês tenham curtido meus motivos para assinar o intrínsecos e minha experiência como assinante nesse primeiro ano do clube. Fico aqui me perguntando o que será que a Intrínseca vai preparar nesse segundo ano de assinatura. Continuarei firme e forte aguardando minhas futuras caixinhas e na expectativa das surpresas que estão a caminho. Para saber mais sobre o intrínsecos, corre lá no site oficial. Eu garanto que vale muito a pena!

Tags , , .

Clara Savelli é escritora, graduada em Relações Internacionais e advogada. Fenômeno na internet, a autora carioca conta com mais de 4 milhões de leituras em plataformas como Wattpad e Sweek. Venceu o Prêmio Paulo Britto de Literatura em 2011 na categoria Prosa e também as edições de 2015, 2016 e 2017 do Wattys. As férias da minha vida é seu primeiro livro publicado pela Intrínseca. 
Escreve às terças no blog da Intrínseca.

VER TODAS AS COLUNAS

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *