Instagram, Notícias

A nova Apple e a era Tim Cook

9 / outubro / 2019

Por muitos anos, Steve Jobs moldou o mercado de tecnologia à imagem da Apple, transformando a empresa fundada na década de 1970 em uma potência mundial. Gênio, visionário e extremamente carismático, Jobs era conhecido por sua paixão pelo design e por suas opiniões fortes, sendo o rosto da Apple por muitos anos. Por isso foi um choque quando, em agosto de 2011, Jobs passou o cargo de CEO para Tim Cook e entrou em uma semiaposentadoria. Um choque maior ainda veio dois meses depois, quando ele faleceu de repente.

A trágica notícia da morte de Jobs repercutiu no mundo inteiro, causando tristeza e incertezas sobre o futuro da Apple. Sua trajetória de amadurecimento pessoal se confundia com a história da empresa, e imaginar qualquer um em seu lugar era praticamente impossível. Além disso, o novo CEO vinha do setor operacional da companhia e sua personalidade era o completo oposto da de seu predecessor.

Para a maior parte do mundo, um homem discreto não era a melhor escolha para substituir uma personalidade como a de Jobs. O cenário parecia mais o fim da Apple do que o início de um novo capítulo. Cook tinha tudo a perder.

Mas Tim Cook não só conduziu a Apple no período de incertezas que se seguiu à morte de seu fundador, como promoveu uma revolução cultural dentro da empresa e a fez crescer além das expectativas: durante sua gestão, a gigante da tecnologia atingiu o valor de mercado de 1 trilhão de dólares. O estilo e as táticas de Cook eram bem diferentes dos de Jobs, mas davam resultado. A Apple não tinha fracassado, como muitos esperavam; Cook estava levando a empresa a novas alturas.

Sob seu comando, a Apple entrou na vanguarda quanto a questões ambientais, tornando-se uma das empresas mais ecológicas do setor no planeta. Cook também abriu caminhos para políticas de diversidade e se tornou um exemplo no ramo tecnológico no que diz respeito à privacidade. Também lançou sucessos como o Apple Watch, o iPhone 6, o Mac Book Air de 12 polegadas, além de finalizar e desenvolver projetos já existentes, como a Siri e o Apple Pay.

Tim Cook: O gênio que mudou o futuro da Apple, primeira biografia publicada sobre o CEO, chega às livrarias em 17 de outubro. Escrita por Leander Kahney, ex-editor da Wired e editor do site Cult of Mac, a obra é um retrato abrangente da vida e da carreira de Cook e aborda os bastidores e polêmicas da primeira década de sua gestão na empresa. A obra apresenta também uma visão completa da carreira de Cook – desde seu primeiro emprego, passando pela sua contratação na Apple, até o momento atual –, recheada de bastidores e entrevistas com nomes que ajudaram a moldar a empresa como ela é hoje.

Descubra nessa incrível biografia como Tim Cook tornou a Apple uma empresa-modelo de liderança, levando-a a uma nova forma de gestão enquanto tenta fazer do mundo um lugar melhor.

Bem-vindos a uma nova Apple. Bem-vindos à era Tim Cook.


Saiba mais sobre os livros

Leia mais Instagram

Com quanto suor e lágrimas se faz uma criação de Steve Jobs

Com quanto suor e lágrimas se faz uma criação de Steve Jobs

Como Steve virou Steve Jobs

Como Steve virou Steve Jobs

Café da manhã dos campeões, um dos maiores best-sellers de Kurt Vonnegut, ganha nova edição

Café da manhã dos campeões, um dos maiores best-sellers de Kurt Vonnegut, ganha nova edição

Novo livro de Jojo Moyes ganha capa e data de lançamento

Novo livro de Jojo Moyes ganha capa e data de lançamento

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *