Listas

Três casos reais de lugares assustadores que inspiraram a ficção

23 / agosto / 2019

Quem nunca passou por uma cidade abandonada enquanto viajava? Ou viu uma casa esquisita durante uma caminhada e, só de passar perto, teve arrepios?

Arnhill, cidade onde se passa a história de O que aconteceu com Annie, de C.J. Tudor, é um desses locais: uma pequena região mineradora onde, ao longo dos anos, crianças se perdem nas minas e retornam… diferentes.

Pensando nisso, fizemos uma lista com três lugares reais que inspiraram livros, jogos ou filmes de terror. Confira:

Burkittsville, de A Bruxa de Blair

Poucos sabem, mas o filme lançado em 1999 é baseado em uma história real. A história de A Bruxa de Blair é inspirada na lenda de Elly Kedward, uma suposta bruxa que viveu na pequena vila de mesmo nome no estado de Maryland, durante o século XVIII.

Em 1785, várias crianças denunciaram Elly para seus pais, alegando que ela havia tirado algumas gotas de sangue de seus dedos, e logo toda a população a acusou de bruxaria. Kedward foi banida da vila e lançou uma maldição sobre o local antes de partir. A lenda diz que ela morreu na floresta devido ao rigoroso inverno daquele ano, mas seu corpo nunca foi encontrado. Após uma série de mortes misteriosas, a população local ficou tão assustada que abandonou a vila. Mas a lenda não termina por aí.

Em 1824, o lugar foi rebatizado de Burkittsville, e, apenas um ano depois, uma menina de 10 anos morreu afogada no lago da cidade. Diversas testemunhas afirmaram ter visto uma mão branca e fantasmagórica a puxando para baixo da água.

Mais de cem anos depois, na década de 1940, crianças que moravam na vila começaram a desaparecer. Algumas semanas mais tarde, Rustin Parr, um morador da região, se entregou à polícia e confessou ter sequestrado e matado 7 crianças. Ele disse que só cometeu o crime porque uma voz sussurrava em seus ouvidos o que ele deveria fazer.

Apesar da tragédia, uma criança foi encontrada viva no porão de Rustin: Kyle Brody. Único sobrevivente do caso, o menino nunca se recuperou e passou o resto da vida em instituições psiquiátricas. Muitos acreditam que Kyle não era um sobrevivente, mas um cúmplice dos crimes. A justiça, porém, nunca conseguiu provar nada.

Centralia, de Silent Hill

População da cidade em 1981: 1.500 habitantes.
População da cidade hoje: menos de 10 habitantes.

Ninguém sabe ao certo como aconteceu, mas desde 1962 existe um incêndio subterrâneo acontecendo em Centralia, na Pensilvânia.

A cidade, que serviu de inspiração para a franquia Silent Hill, vivia da mineração de carvão antracite, um tipo de mineral que queima com uma chama praticamente invisível. Um dia, o fogo se espalhou através das minas do local, abaixo das residências e dos prédios comerciais. Desde então, a cidade arde em chamas.

A previsão é que o fenômeno continue assim por, pelo menos, mais cem anos.

Atualmente, quase não existem casas de pé por ali – a maioria foi demolida pelo governo ou destruída pela própria natureza. A única construção que continua intacta é uma igreja católica ucraniana, que foi erguida sobre uma pedra. Apesar de sua congregação não morar na cidade, hoje abandonada, ela continua indo ao local e celebrando cultos todos os domingos normalmente.

Na trama de Silent Hill, a bizarra igreja da cidade é o único lugar onde se pode ficar seguro da Escuridão. Coincidência?

A casa na 112 Ocean Avenue, de Horror em Amityville

Uma das histórias mais famosas do cinema foi baseada no caso real do massacre da família DeFeo e seus desdobramentos sobrenaturais. Em 1974, seis membros da família foram mortos a tiros enquanto dormiam, e o único sobrevivente foi o filho mais velho, Ronald “Butch” Jr., de 23 anos. Butch confessou ter cometido o crime com a ajuda de Dawn, sua irmã mais nova, e foi condenado a 150 anos de prisão.

Mas a história bizarra começa pouco tempo depois, quando George e Kathy Lutz compraram a casa e se mudaram para o local com seus três filhos.

Desde sua mudança, a família vivenciou muitos eventos estranhos e paranormais, como o constante cheiro de perfume ou excrementos durante a madrugada, objetos que voavam e trocavam de lugar pela sala, aparições de figuras demoníacas e até crucifixos que ficavam de cabeça para baixo. Tinha até uma gosma verde que escorria das paredes sem nenhum motivo em específico!

A situação da família se complicou quando as crianças começaram a se comportar de forma estranha e várias janelas se quebravam sem motivo. Um padre foi chamado para abençoar a casa, mas escutou uma voz mandando ele sair e em seguida sentiu ter levado um tapa nas costas.

Depois de 28 dias, a família abandonou a casa e deixou todos os móveis para trás.

Uma equipe de paranormais – incluindo Ed e Lorraine Warren, o casal da franquia Invocação do Mal – investigou o local, e todos relataram acontecimentos sobrenaturais dentro da casa. Eles disseram que a experiência foi o mais próximo do inferno que chegaram.

Apesar disso, não existe nenhum registro ou comprovação dos fatos descritos pela família Lutz, e a conclusão das autoridades é que tudo não passou de uma armação de George para enriquecer com a venda dos direitos da história.

A casa foi vendida anos depois e os novos proprietários afirmam que nunca presenciaram episódios sobrenaturais no local.

 

MENÇÃO HONROSA: Hotel Cecil, de American Horror Story

Tá, nós falamos três lugares, mas esse vale uma menção especial.

O cenário da quinta temporada da série American Horror Story é o Hotel Cortez, em Los Angeles. O local é claramente inspirado no Hotel Cecil, inaugurado em 1924 e conhecido pelos casos bizarros que aconteceram por ali.

Com mais de 600 quartos, o lugar já hospedou diversos serial killers e foi cenário de assassinatos e suicídios famosos. O caso mais recente é de Elisa Lam, jovem que apareceu pela última vez em um vídeo da segurança interna fugindo de alguma coisa invisível e se escondendo no elevador do prédio.

Elisa foi encontrada morta dias depois, dentro da caixa-d’água que ficava no terraço. Por falta de provas, a polícia concluiu que o episódio foi um caso de suicídio, mas muitos ainda duvidam desse resultado.

O hotel também foi um dos últimos lugares em que Elizabeth Short, a vítima do caso Dália Negra, foi vista com vida. No famoso caso, o corpo da aspirante a atriz foi encontrado em um terreno da cidade de Los Angeles em 1947. A investigação nunca conseguiu descobrir nem quando a atriz foi capturada nem como. E até hoje o caso permanece sem solução.

 

E aí, leitores, você visitaria algum desses lugares?

Tags , , , .

Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

Cinco casos reais com crianças assustadoras

Cinco casos reais com crianças assustadoras

6 assassinos assustadores que estão em Mindhunter

6 assassinos assustadores que estão em Mindhunter

Cinco comédias românticas sobre namoros virtuais

Cinco comédias românticas sobre namoros virtuais

Cinco semelhanças entre Como eu era antes de você e Teto para dois

Cinco semelhanças entre Como eu era antes de você e Teto para dois

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *