Notícias

A premiada investigação de um caso de desaparecimento na Ditadura Militar

29 / agosto / 2019

Em 1967, Milton Soares de Castro, membro de um grupo de guerrilha contra o golpe militar de 1964, desapareceu sem deixar vestígios. Os relatórios oficiais indicavam que ele havia cometido suicídio na Penitenciária de Linhares, em Juiz de Fora, local para onde foi enviado com seus companheiros naquele mesmo ano. Seu corpo, contudo, nunca foi entregue à família e sua história permaneceu um mistério por muitos anos.

 

Daniela Arbex, jornalista e autora de Holocausto brasileiro e Todo dia a mesma noite, passou mais de uma década mergulhada na trajetória de Milton para revelar a verdade sobre sua morte. Sua premiada investigação deu origem ao livro Cova 312ganhador do Prêmio Jabuti de livro-reportagem -, que conta como as Forças Armadas torturaram e mataram o jovem militante político e conseguiram ocultar esse fato por quase 50 anos.

Originalmente publicado em 2015, o livro chega ao catálogo da Intrínseca este mês em nova edição, com prefácio de Laurentino Gomes e posfácio inédito da autora, para honrar a memória não só de Milton, mas de todas as vidas perdidas injustamente durante um dos capítulos mais sombrios da história do Brasil.

 


Saiba mais sobre os livros

Leia mais Notícias

Uma jornalista sem palavras

Uma jornalista sem palavras

Holocausto brasileiro, livro premiado de Daniela Arbex, ganha nova edição

Holocausto brasileiro, livro premiado de Daniela Arbex, ganha nova edição

Jim Hopper está de volta no novo livro do universo expandido de Stranger Things

Jim Hopper está de volta no novo livro do universo expandido de Stranger Things

Mariana Enriquez vence Premio Herralde de Novela 2019

Mariana Enriquez vence Premio Herralde de Novela 2019

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *