Listas

4 casos de nazistas que fugiram após a queda de Hitler

23 / agosto / 2019

(Fonte)

Terceiro Reich é como ficou conhecido o período alemão entre 1933 e 1945, quando, sob o comando de Adolf Hitler, a Alemanha promoveu uma das maiores atrocidades da História: o Holocausto.

Quando as forças aliadas derrotaram os alemães em 1945, começaram as investigações para identificar os envolvidos no genocídio que matou mais de seis milhões de pessoas. Ainda que os principais nomes do governo tenham cometido suicídio após a derrota, entre eles o próprio Hitler e Joseph Goebbels (ministro da propaganda da Alemanha), mais de vinte membros do alto escalão nazista foram presos e levados aos tribunais nos chamados Julgamentos de Nuremberg.

Apesar dos esforços, alguns integrantes do Partido Nazista conseguiram fugir do país, encontrando abrigo em diversas partes do mundo. O grupo que ficaria conhecido como Caçadores de nazistas assumiu a responsabilidade de capturar esses fugitivos e garantir que pagassem por seus crimes. Confira quatro casos de criminosos do Holocausto que foram alvo dessa busca incessante:

 

Adolf Eichmann

(Fonte)

Tenente-coronel da SS e assessor de Hitler, foi um dos principais arquitetos do Holocausto. Organizou a deportação em massa de judeus para Auschwitz e outros campos de concentração.

Onde foi encontrado: Buenos Aires, Argentina.

Condenação: Foi condenado à pena de morte em Jerusalém e enforcado em 31 de maio de 1962.

Curiosidade: A busca por seus rastros foi uma das mais importantes do pós-guerra. Os principais caçadores de nazistas da época se envolveram na análise da documentação que levou a seu paradeiro.

 

Josef Mengele

(Fonte)

Oficial da SS e médico em Auschwitz, conhecido como “Anjo da Morte”, realizava experimentos cruéis e macabros com prisioneiros do campo, especialmente irmãos gêmeos.  

Onde foi encontrado: Não foi encontrado em vida. Seus restos mortais foram identificados em Bertioga, São Paulo, em 1985.

Curiosidade: Viveu na Argentina durante o governo Perón, mas fugiu para o Paraguai e, posteriormente, para o Brasil, quando o cerco aos nazistas se estreitou na América do Sul.

 

Rudolf Höss

(Fonte)

Oficial da SS e comandante em Auschwitz, era responsável por testar e aplicar os métodos de extermínio usados no campo.

Onde foi encontrado: Inglaterra.

Condenação: Condenado e morto por enforcamento em 16 de abril de 1946.

Curiosidade: Seu nome é diretamente atribuído ao uso do pesticida Zyklon B como forma de aniquilação em massa. O potencial destrutivo do veneno era tamanho que mais de 2 mil pessoas morriam por hora depois que ele passou a ser usado.

 

Hermine Braunsteiner

(Fonte

Guarda feminina nos campos de concentração Ravensbrück e Majdanek, foi acusada de agredir mulheres e crianças, algumas até a morte.

Onde foi encontrada: Estados Unidos.

Condenação: Condenada à prisão perpétua em 30 de abril de 1981.

Curiosidade: O caçador de nazistas Simon Wiesenthal passou a seguir seus passos depois que uma sobrevivente do campo Majdanek o reconheceu em um restaurante e contou as atrocidades cometidas por Hermine durante o Holocausto.

Sete décadas após a Segunda Guerra Mundial, a caça aos nazistas finalmente pode ser contada. Conheça essas e outras histórias em Caçadores de nazistas.


Saiba mais sobre os livros

Leia mais Listas

A incessante busca pelos criminosos do Terceiro Reich

A incessante busca pelos criminosos do Terceiro Reich

Como a história real de uma mulher esquecida pelo tempo inspirou Mulheres sem nome

Como a história real de uma mulher esquecida pelo tempo inspirou Mulheres sem nome

8 obras de artistas negros que você precisa conhecer

8 obras de artistas negros que você precisa conhecer

As semelhanças e diferenças entre Me chame pelo seu nome e Me encontre

As semelhanças e diferenças entre Me chame pelo seu nome e Me encontre

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *