Notícias

Orgulho de publicar grandes histórias de amor!

28 / junho / 2019

Acreditamos no poder das histórias, sejam elas bonitas, tristes, engraçadas ou emocionantes. No mês do orgulho LGBTQ+ (e em todos os outros do ano), queremos celebrar o amor, todas as suas variadas formas e as histórias que temos a honra de publicar. Aos poucos, podemos fazer do mundo em lugar mais tolerante e justo. É difícil, mas acreditamos que se esses livros marcarem pelo menos uma pessoa, nosso trabalho já vai ter valido a pena.

Em junho, lançamos mais uma grande história de amor, escrita por Becky Albertalli, autora de Com amor, Simon, em parceria com Adam Silvera. Tão mágico quanto um musical da Broadway, E se fosse a gente? narra a história de Arthur e Ben, que precisam enfrentar inúmeros desafios para ficarem juntos. Ao se conhecerem em uma agência dos correios, os dois sentem que talvez tenham recebido um grande sinal do universo. Contudo, depois de muitos encontros e diversos contratempos, eles começam a questionar se os astros estão realmente do lado deles.

Mas… e se eles realmente estiverem destinados a dar certo?

Para preparar o coração de vocês para E se fosse a gente?, separamos alguns filmes, séries e músicas incríveis que têm tudo a ver com o livro!

 

Com amor, Simon, o primeiro filme de um grande estúdio focado em um romance adolescente LGBTQ+ , aquece nossos corações, Queer Eye nos faz rir e chorar e Glee deixa a gente com vontade de sair dançando e cantando por aí! Confira a lista completa.

 

Arthur é apaixonado por musicais da Broadway e Ben prefere ouvir alguma diva pop a caminho da escola, então é claro que fizemos uma playlist com o melhor dos dois mundos! Ouça aqui.

 

Conheça outros livros LGBTQ+ da Intrínseca

 

Me chame pelo seu nome

Elio sempre passa seus verões em sua casa de campo paradisíaca, enquanto divide seu tempo entre leituras e música. Mas quando o novo convidado da família chega para passar uma temporada na casa, tudo muda. Elio encontra no confiante escritor os primeiros sinais de desejo e de uma paixão avassaladora, que os marcará para o resto da vida. De André Aciman, Me chame pelo seu nome é uma narrativa na qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude.

Com amor, Simon

Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Ele só não contava que Martin, o bobão da escola, iria chantageá-lo ao descobrir sua troca de e-mails com Blue, pseudônimo de um garoto misterioso que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.

Leah fora de sintonia

Na sequência de Com amor, Simon, vamos conhecer um pouco mais sobre sua melhor amiga, Leah, uma baterista rabugenta e adorável. Leah adora Harry Potter, fanfics, desenhar e tocar bateria – e basicamente odeia todo o resto. No último ano do colégio, ela se vê enfrentando despedidas e dilemas envolvendo seus amigos e família, além de paixões imprevisíveis que deixarão sua cabeça fora de sintonia.

Apenas uma garota

Apenas uma garota é a história de Amanda Hardy, uma adolescente que, após uma cruel agressão, se muda de cidade e de colégio. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. Só que nesse novo lugar ninguém sabe que ela é trans. E, embora acredite que a mudança trará um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros.

Boy Erased: Uma verdade anulada

Boy Erased: Uma verdade anulada acompanha a emocionante jornada de Garrard Conley ao ser matriculado em um programa de conversão sexual. Imersos na comunidade conservadora em que vivem, os pais de Garrard acreditavam que sua homossexualidade poderia ser curada. Essa história real mostra as consequências de tentar aniquilar uma parte de si mesmo. É uma mensagem de esperança e um pedido de tolerância para todos que vivem situações semelhantes de repressão

Tags , , .

Leia mais Notícias

7 filmes LGBTQ+ que você precisa assistir

7 filmes LGBTQ+ que você precisa assistir

A coragem de existir num mundo que não me quer

A coragem de existir num mundo que não me quer

Humanos e máquinas estão em guerra em Descender, novo quadrinho de Jeff Lemire

Humanos e máquinas estão em guerra em Descender, novo quadrinho de Jeff Lemire

Confira as fotos da sessão de autógrafos com Míriam Leitão na Bienal do Livro Rio

Confira as fotos da sessão de autógrafos com Míriam Leitão na Bienal do Livro Rio

Comentários

Uma resposta para “Orgulho de publicar grandes histórias de amor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *