testeSorteio Instagram – Orgulho LGBT+ [Encerrado]

Vamos celebrar o Orgulho LGBT+ com o sorteio de 3 livros! 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição

– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.

– O resultado será anunciado no dia 1º de julho, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

testeSorteio Twitter – Orgulho LGBT+ [Encerrado]

Vamos celebrar o Orgulho LGBT+ com o sorteio de 3 livros! 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Twitter PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Twitter ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 1º de julho, segunda-feira, em nosso perfil no Twitter . Boa sorte!

testeO que esperar de Mister, o novo protagonista de E L James

Por Nina Lopes*

Se por acaso você estava em Marte e não viu que nossa autora deusa E L James acabou de lançar uma nova história de amor arrebatadora, seus problemas acabaram, querida leitora! Agora que você já foi informada do lançamento do ano, deve estar se perguntando: tá, mas sobre o que é esse novo livro? Quem disse que vou me interessar por outro rapazinho sexy se o meu coração não consegue superar o imbatível Sr. Grey? Pois é aí que eu entro apresentando Maxim Trevelyan, um lorde inglês rico, elegante, bonito e sensual. Quer mais? Então segura essa: está com a impressão de que já viu esse sobrenome em algum lugar? Eu ajudo a refrescar sua memória: Trevelyan é o nome do meio de Christian Grey.

O QUÊÊÊ?

Mas senta que lá vem história. Vamos começar do começo. No dia 24 de janeiro recebi um e-mail intitulado “surpresa!!” me atualizando da novidade: E L James tinha se aventurado por novas histórias de amor. Única notícia capaz de esquentar meu coração no auge do inverno canadense (toma essa, -20°C).

Desse dia até o fim de março foi uma longa espera até ter acesso (exclusivo, baby) ao original quando a tradução começou a chegar — a Intrínseca montou quase uma operação de guerra para produzir o livro no menor tempo possível sem pecar na qualidade. Foram muitos colaboradores de várias partes do Brasil e do mundo (yes, somos international!), além da equipe interna, seguindo juntas um cronograma apertado. Tínhamos planilhas compartilhadas para padronizar os termos, dividir as dúvidas e discutir as melhores escolhas. Um verdadeiro trabalho de equipe.

Lógico que assim que comecei a ler fiquei encucada com o fato de Maxim e Christian terem o mesmo sobrenome. Não podia ser só uma coincidência. Seriam primos? Irmãos perdidos? Parentes distantes? Ainda não sei a resposta certa. E L James largou a gente com esse mistério nas mãos (#help), mas sei que os dois personagens têm mais em comum do que apenas o sobrenome. Ambos comandam um império — Grey construiu o próprio, enquanto Maxim herdou o dele de repente depois de uma tragédia —, têm uma relação conturbada com a mãe — digamos que a do Grey é um pouco mais tensa — e se apaixonam perdidamente por uma menina discreta e misteriosa que vira a vida deles de cabeça para baixo.

Vale a pena falar um pouco também de Alessia Demachi, por quem Maxim se apaixona e quem dá o título ao livro, afinal é ela quem o chama de Mister. Alessia é uma menina simples e humilde, que imigrou da Albânia para a Inglaterra e enfrenta as dificuldades de recomeçar em um país desconhecido, ama tocar piano e esconde um segredo que pode colocar a vida de todos ao seu redor em risco. Eita!

Alessia e Maxim vão viver uma história de amor pura e verdadeira, daquelas inspiradoras, sabe? E os dois ainda vão enfrentar alguns inimigos no meio do caminho, porque nada nessa vida vem de graça, nem um herdeiro gato que milagrosamente cai de amores por uma garota comum (multiplica, senhor mister)!

Outra coisa legal nesse novo livro é que dá para acompanhar tanto os pensamentos de Alessia quanto os de Maxim e saber o que cada um está sentindo. Dessa forma ficamos mais próximos dos personagens, sem ter que esperar um próximo volume narrado por quem não teve voz no primeiro. Visto que é uma história de amor vivida pelos dois, nada mais justo do que ouvir ambos os lados de uma vez. O que, na minha opinião, dá um toque mais moderno e compatível aos dias de hoje.

Como fã de Cinquenta tons de cinza, eu confesso que tinha medo de que outra história de amor não fosse me envolver tanto, que sendo lorde ou não meu coração não bateria mais forte por esse tal de Maxim. Ledo engano, senhorita! Não foi por acaso que E L James vendeu milhões de exemplares no mundo todo: ela é de fato uma das maiores autoras do gênero da atualidade e sabe construir contos de fadas modernos e apaixonantes como ninguém. Portanto, fica esperto, Christian Grey, porque Maxim já chegou com tudo!

*Nina Lopes é apaixonada por histórias de amor, viagens e aventuras ficcionais e da vida real. Atualmente vive sua própria aventura em Toronto, no Canadá, onde está estudando Publishing.

testeOrgulho de publicar grandes histórias de amor!

Acreditamos no poder das histórias, sejam elas bonitas, tristes, engraçadas ou emocionantes. No mês do orgulho LGBTQ+ (e em todos os outros do ano), queremos celebrar o amor, todas as suas variadas formas e as histórias que temos a honra de publicar. Aos poucos, podemos fazer do mundo em lugar mais tolerante e justo. É difícil, mas acreditamos que se esses livros marcarem pelo menos uma pessoa, nosso trabalho já vai ter valido a pena.

Em junho, lançamos mais uma grande história de amor, escrita por Becky Albertalli, autora de Com amor, Simon, em parceria com Adam Silvera. Tão mágico quanto um musical da Broadway, E se fosse a gente? narra a história de Arthur e Ben, que precisam enfrentar inúmeros desafios para ficarem juntos. Ao se conhecerem em uma agência dos correios, os dois sentem que talvez tenham recebido um grande sinal do universo. Contudo, depois de muitos encontros e diversos contratempos, eles começam a questionar se os astros estão realmente do lado deles.

Mas… e se eles realmente estiverem destinados a dar certo?

Para preparar o coração de vocês para E se fosse a gente?, separamos alguns filmes, séries e músicas incríveis que têm tudo a ver com o livro!

 

Com amor, Simon, o primeiro filme de um grande estúdio focado em um romance adolescente LGBTQ+ , aquece nossos corações, Queer Eye nos faz rir e chorar e Glee deixa a gente com vontade de sair dançando e cantando por aí! Confira a lista completa.

 

Arthur é apaixonado por musicais da Broadway e Ben prefere ouvir alguma diva pop a caminho da escola, então é claro que fizemos uma playlist com o melhor dos dois mundos! Ouça aqui.

 

Conheça outros livros LGBTQ+ da Intrínseca

 

Me chame pelo seu nome

Elio sempre passa seus verões em sua casa de campo paradisíaca, enquanto divide seu tempo entre leituras e música. Mas quando o novo convidado da família chega para passar uma temporada na casa, tudo muda. Elio encontra no confiante escritor os primeiros sinais de desejo e de uma paixão avassaladora, que os marcará para o resto da vida. De André Aciman, Me chame pelo seu nome é uma narrativa na qual se reconhecem as mais delicadas e brutais emoções da juventude.

Com amor, Simon

Simon tem dezesseis anos e é gay, mas ninguém sabe. Sair ou não do armário é um drama que ele prefere deixar para depois. Ele só não contava que Martin, o bobão da escola, iria chantageá-lo ao descobrir sua troca de e-mails com Blue, pseudônimo de um garoto misterioso que a cada dia faz o coração de Simon bater mais forte.

Leah fora de sintonia

Na sequência de Com amor, Simon, vamos conhecer um pouco mais sobre sua melhor amiga, Leah, uma baterista rabugenta e adorável. Leah adora Harry Potter, fanfics, desenhar e tocar bateria – e basicamente odeia todo o resto. No último ano do colégio, ela se vê enfrentando despedidas e dilemas envolvendo seus amigos e família, além de paixões imprevisíveis que deixarão sua cabeça fora de sintonia.

Apenas uma garota

Apenas uma garota é a história de Amanda Hardy, uma adolescente que, após uma cruel agressão, se muda de cidade e de colégio. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. Só que nesse novo lugar ninguém sabe que ela é trans. E, embora acredite que a mudança trará um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros.

Boy Erased: Uma verdade anulada

Boy Erased: Uma verdade anulada acompanha a emocionante jornada de Garrard Conley ao ser matriculado em um programa de conversão sexual. Imersos na comunidade conservadora em que vivem, os pais de Garrard acreditavam que sua homossexualidade poderia ser curada. Essa história real mostra as consequências de tentar aniquilar uma parte de si mesmo. É uma mensagem de esperança e um pedido de tolerância para todos que vivem situações semelhantes de repressão

testeSorteio Facebook – Orgulho LGBT+[Encerrado]

Vamos celebrar o Orgulho LGBT+ com o sorteio de 3 livros! 

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 1º de julho, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook . Boa sorte!

testeSorteio Facebook – Mister [Encerrado]

Em parceria com o Jamie Dornan Brasil, vamos sortear 3 exemplares de Mister, o novo romance imperdível de E L James, autora de Cinquenta tons de cinza!

Para participar você precisa seguir as duas páginas no Facebook (Intrínseca e Jamie Dornan Brasil), compartilhar essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencher o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 03 de julho, quarta-feira, em nosso perfil no Facebook e também no Jamie Dornan Brasil. Boa sorte!

testeJBS: a ousadia e os limites do “por que não”

Bernardo Almeida*

Why Not traz bastidores inéditos da atuação dentro e fora da lei dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, para o estabelecimento da maior processadora de proteína animal do planeta. O título do livro (que em português significa Por que não?) é o mesmo nome do iate de Joesley e resume bem a trajetória da dupla no mundo dos negócios e da política.   

Livro de estreia da jornalista Raquel Landim, repórter especial da Folha de S. Paulo, a obra é resultado de dois anos de intensa investigação. A autora mostra como o frigorífico JBS virou um colosso internacional construído à base de propinas, tino empresarial, e anabolizantes estatais — até o momento em que Joesley e Wesley foram, digamos, flagrados no antidoping das autoridades brasileiras.

A decisão de tornar a JBS a maior doadora eleitoral nas eleições de 2014 — mais de R$ 500 milhões foram distribuídos entre 1.829 candidatos — e de buscar, muitas vezes mediante acordos escusos, fortunas junto aos cofres públicos (BNDES, Caixa Econômica, fundos de pensão) foram dois dos grandes “por que não” dos Batista.

A simbiose da empresa com o Estado brasileiro aparece com riqueza de detalhes em Why Not, servindo como valioso retrato da política de “campeões nacionais” adotada nos governos do PT e do capitalismo de compadrio no Brasil (vale muito ler o que a própria Raquel fala sobre isso na entrevista que acompanha este texto).

A pergunta do título do livro, entretanto, não se aplica exclusivamente a mutretas milionárias. São também numerosos os relatos de jogadas de risco de Joesley e Wesley como empresários, indo desde a abertura de uma mesa de operações financeiras até a diversificação dos negócios, passando por expansões e aquisições dentro e fora do Brasil. Uma história que começa na década de 1950, quando o pai da dupla, José Batista Sobrinho (sim, JBS vem destas iniciais), abriu um simples açougue em Anápolis (GO).

O “por que não” mais ousado, no entanto, foi o acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR). Nos porões de Brasília, Joesley gravou — e quase derrubou — o presidente Michel Temer. Seu áudio inscreveu a frase “tem que manter isso aí” no dicionário político-popular brasileiro. Em troca dessas e outras aventuras, o grande prêmio em vista era se safar da cadeia.

Mas nem todas as apostas deram certo. Os irmãos Batista tiveram algumas passagens pela prisão, e a manutenção do acordo de delação ainda passará pelo crivo do Supremo Tribunal Federal (STF).

Why Not, o iate, foi parar em águas menos revoltas. Como contou a própria Raquel Landim em reportagem para a Folha ainda naquele maio de 2017, Joesley despachou-o para Miami dois dias antes de seguir para Nova York em seu jato particular. À época, a JBS declarou que a embarcação seria colocada à venda.

 

Raquel Landim (Foto: Paulo Vitale)

Leia a seguir a entrevista com Raquel Landim, autora de Why Not.

 

Em coluna recente publicada na revista Época sobre Why Not, o jornalista Helio Gurovitz trata o grupo J&F como “o símbolo maior” do capitalismo de compadrio no Brasil. Você concorda com essa afirmação?

A J&F é um dos maiores exemplos do capitalismo de compadrio no Brasil, mas infelizmente não é o único. A rede de relações entre a Odebrecht e outras construtoras com o poder público ao longo do tempo também é bastante impressionante. E isso para falar apenas dos casos desvendados pelas investigações da Polícia Federal. Certamente existem outros por aí.

 

Why Not traz detalhes sobre a relação entre políticos, empresários e os cofres públicos. O que o livro revela de mais importante sobre a forma como se faz negócios no Brasil — ou ao menos sobre como se fazia negócios até pouco tempo atrás?   

Um dos fatos mais impressionantes de se aprofundar nesse tipo de apuração é perceber que o governo brasileiro virou um enorme balcão de negócios. De um lado, os empresários, que, dado o peso do Estado em seus negócios, estão sempre em busca de reduções de impostos e crédito barato nos bancos públicos. Do outro, os políticos, responsáveis por aprovar leis e, até recentemente, por indicar diretores para estatais, pedindo propina para caixa 2 de campanha e para benefício próprio.

 

O livro também traz bastidores inéditos da história dos irmãos Batista, principalmente sobre as tratativas deles com o Ministério Público para o acordo de delação premiada. Das histórias que apurou, qual delas mais marcou você durante a investigação para o livro?

A delação premiada dos irmãos Batista e a promessa de perdão judicial por parte da Procuradoria-Geral da República (PGR) geraram muita polêmica. A validade ou não da delação será devidamente analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em breve, que é o fórum adequado para isso. Por conta disso, essa parte da história demandou uma apuração minuciosa. Mas o que mais me marcou foram os relatos das ações controladas em que funcionários dos Batista entregavam malas de dinheiro para emissários dos políticos. A naturalidade com que o crime ocorria — uma das pessoas chegou para buscar o dinheiro com a filha pequena — é realmente de assustar.

 

Muito do que está em Why Not é bastante recente, o que torna até compreensível a opção das fontes pelo anonimato. Mesmo assim, você conseguiu fazer mais de 100 entrevistas. Como foi o trabalho para convencer as fontes a darem declarações? Que tipo de dificuldade você enfrentou na apuração?

Trabalhei como repórter à moda antiga porque as pessoas tinham muito receio de falar. Em todas as vezes que tentei usar o gravador, a entrevista fracassava. Por isso, tive que confiar nas anotações, na minha memória e garantir o anonimato para que as pessoas se sentissem à vontade para contar a verdade. Fui muito transparente na abordagem das fontes e consegui que conversassem comigo porque se tratava de um trabalho jornalístico sério e imparcial.

 

Com base na sua apuração para o livro e no que você vê hoje como repórter, já é possível avaliar se a Operação Lava Jato e o caso da JBS mudaram a forma como o Estado brasileiro e empresas privadas se relacionam? Se sim, como?

Sem dúvida, o caso da JBS é um marco. É muito importante que essas histórias de corrupção finalmente estejam vindo à tona graças ao trabalho de procuradores, policiais e jornalistas. Acredito que muitos empresários hoje devem ter medo de oferecer propina a políticos e funcionários públicos por receio de serem presos. Mas a profissão me fez cética: não acredito que é o fim da corrupção, nem que todos os políticos corruptos estão presos.

 

Que futuro você enxerga para as relações entre o Estado e empresas no Brasil? Podemos ver uma nova tentativa de criar “campeões nacionais” nos moldes da JBS?  

Num futuro próximo, não consigo imaginar a política de campeões nacionais sendo retomada. Foi um trauma para o país. Todavia duvido que essa cultura deixe de existir de uma hora para outra. Se não formos vigilantes, outros políticos podem retomar a ideia em alguns anos.

 

*Bernardo Almeida é jornalista.

 

testeSorteio Instagram – Romances [Encerrado]

Os apaixonados vão adorar saber que vamos sortear 3 romances emocionantes!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição

– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.

– O resultado será anunciado no dia 24 de junho, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte!

testeSorteio Twitter – Romances [Encerrado]

Os apaixonados vão adorar saber que vamos sortear 3 romances emocionantes!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Twitter PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Twitter ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 24 de junho, segunda-feira, em nosso perfil no Twitter . Boa sorte!

testeSorteio Facebook – Romances [ENCERRADO]

Os apaixonados vão adorar saber que vamos sortear 3 romances emocionantes!

Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook ,você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 24 de junho, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook . Boa sorte!