Artigos

Como Lou Clark virou protagonista da sua própria história

23 / fevereiro / 2018

Por Carla Paredes*

“Pensei em como somos moldados pelas pessoas que nos cercam e como precisamos ser cuidadosos ao escolhê-las exatamente por esse motivo. Então pensei também que, apesar de tudo, no fim talvez seja necessário perder todas elas para de fato descobrirmos quem somos.”

Se tem uma frase que me marcou profundamente em todas as quase 400 páginas de Ainda sou eu, eu diria que foi essa. Parece triste, ainda mais se lembrarmos da sua história com Will no primeiro livro, mas não se enganem, não é nada disso! O livro é alegre e arranca diversos sorrisos, e essa frase, na verdade, revela esperança, aconchego, amor-próprio e muito amadurecimento por parte da Lou.

É um resumo da personagem que reencontramos depois da temporada que ela passa perdida em Depois de você. O luto deu lugar a uma reconexão consigo. A ideia dessa frase norteia a história que em meio a reviravoltas, surpresas e delícias nos faz ter certeza que nos conheceremos melhor quanto mais conectados com nós mesmas e menos suscetíveis às opiniões alheias estivermos. Que coisa linda de se ler, de se refletir e de se perceber.

Ainda sou eu traz uma Louisa Clark parecida com a personagem que a gente lembra em Como eu era antes de você: atrapalhada, bem-humorada, meio doidinha, completamente cativante e com um gosto peculiar e todo único para as roupas. Só que a versão de agora vai ficando cada vez melhor, mais madura, mais autoconfiante e disposta a descobrir quem realmente é,  mesmo levando uma vida totalmente nova e diferente depois que decide dar um grande passo e aceitar um convite para trabalhar em Nova York.

 

Mais do que nunca Louisa virou protagonista de sua própria história nesse livro, e nós, como leitoras, nos pegamos torcendo por cada decisão que ela toma, seja seguir em frente, mudar algo totalmente ou até mesmo recuar. Nós observamos, torcendo para que ela seja feliz, e ficamos satisfeitas quando vemos que até as escolhas erradas serviram para alguma coisa.

Para as órfãs de Will Traynor, não se enganem, ele continua muito presente em Ainda sou eu. Aliás, diria que nesse livro há uma relação saudável entre os dois: menos sobre o luto e a dor, mais sobre uma saudade inspiradora. Will aqui é motivação, mola propulsora que ele sempre quis ser.

Não sabemos se terá mais um livro depois desse, mas de qualquer forma Ainda sou eu é o encerramento perfeito da história, faz jus à personagem principal, enriquece personagens secundários e, acima de tudo, é uma injeção de positividade, amadurecimento e autoconfiança. Obrigada, Jojo. Todo mundo deveria ler essa obra sobre a reviravolta de uma mulher que passou por muita coisa e,  onde menos esperava, encontrou a melhor versão de si.

 

*Carla Paredes é blogueira do @futilidades, mãe, fã de hits musicais, filmes blockbusters e livros best-sellers. Tem uma coluna no blog chamada #bookdodia e seu sonho é ter tempo para, de fato, indicar um livro por dia. 

Leia mais Artigos

5 estágios emocionais do leitor de Jojo Moyes

5 estágios emocionais do leitor de Jojo Moyes

Leia um trecho de Ainda sou eu, novo livro de Jojo Moyes

Leia um trecho de Ainda sou eu, novo livro de Jojo Moyes

As variações do amor de acordo com André Aciman

As variações do amor de acordo com André Aciman

O nome dele era Dwight, por André Aciman

O nome dele era Dwight, por André Aciman

Comentários

7 Respostas para “Como Lou Clark virou protagonista da sua própria história

  1. Exatamente meu sentimento sobre o livro.

  2. Surpreenda-se com esse livro….quando vc pensa que ela vai tomar um rumo tudo.parece mudar e a presença do Will na vida dela sempre a incentivando é constante…amei o livro a hora que merecemos saber o que aconteceu depois do encontro no final.

  3. Concordo com Alessandra Perovano. Queremos saber o que acontece após o reencontro. Tem que ter o 4 livro

  4. Eu amei o terceiro livro. Dos três acredito que foi o melhor, adorei alguns personagens novos como a Margot. Vou levar a Louisa e a sua história pra sempre no meu coração.

  5. Já li o livro inteiro, e realmente é incrível! completamente maravilhoso <3 Ainda fascinada com todo enredo e o desfecho da história de Louisa Clark, adoraria que tivessem outros! Só resta torcer!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *