testeSorteio Facebook – Destaques do ano parte 3 [encerrado]

Vamos sortear 3 dos nossos destaques de 2017! Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 2 de janeiro, terça-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte! 😉

Confira o resultado:

testeSorteio Instagram – Destaques do ano parte 3 [Encerrado]

Vamos sortear 3 dos nossos destaques de 2017! Para participar, poste essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 2 de janeiro, terça-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte! 😉

Confira o resultado:

teste11 filmes e séries que você precisa ver em 2018

O ano mal começou e já temos várias promessas de filmes incríveis para 2018, com títulos de todos os gêneros e para todos os gostos. Se você é cinéfilo de carteirinha, vai passar os próximos 12 meses com os olhos vidrados na tela da TV ou do cinema, e se não é, com certeza vai virar! Separamos alguns filmes e séries inspirados nos nossos livros que estreiam em 2018. Confira:

  1. Me chame pelo seu nome

Um dos filmes mais esperados do ano, indicado a três Globos de Ouro e um dos possíveis candidatos ao Oscar, chega aos cinemas brasileiros no dia 18 de janeiro. A atração entre Elio e Oliver é o centro da narrativa. Os dois se conhecem em um verão na paradisíaca costa da Itália e, ao longo de seis semanas deitados à beira da piscina ou se aventurando pelo vilarejo de bicicleta, a química entre eles se torna inegável. A simplicidade e a sutileza dos olhares e toques, contrastados com a sensualidade vibrante do relacionamento, vão fazer com que você se lembre da intensidade do seu primeiro amor. O livro que inspirou o filme estará disponível nas livrarias a partir do dia 5 de janeiro.

Leia um trecho.

  1. A grande jogada

O filme estrelado por Jessica Chastain e Idris Elba, inspirado na biografia de Molly Bloom, recebeu indicações ao Globo de Ouro e ao Critics Choice Awards. Com pouco mais de 30 anos, Molly ganhou as manchetes dos jornais ao ser presa pelo FBI por operar ilegalmente uma das mais milionárias mesas de pôquer do mundo. Foi em Hollywood que ela começou a promover as mesas pelas quais passariam centenas de milhões de dólares em partidas que aconteciam em luxuosas suítes de hotéis para uma seleta lista de convidados, entre eles atores famosos como Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Ben Affleck. Uma história de glamour e excessos perigosos e surpreendentes. A grande jogada chega às livrarias a partir do dia 12 de janeiro e o filme estreia em 1o de fevereiro.

 

  1. A forma da água

O filme com mais indicações ao Globo de Ouro 2017 se passa durante a época da Guerra Fria, em Baltimore, em um centro de pesquisa aeroespacial que acaba de receber um bem precioso: um homem anfíbio capturado na Amazônia. O novo filme de Guillermo Del Toro acompanha uma angustiante história de amor entre o anfíbio e uma das zeladoras do laboratório, uma mulher muda que usa a lingua de sinais para se comunicar com a criatura. No Brasil o filme estreia em 11 de janeiro e o livro terá lançamento mundial em 27 de fevereiro.

 

  1. Baseado em fatos reais

Roman Polanski, diretor dos clássicos O bebê de Rosemary e O pianista, comanda a adaptação para os cinemas desse empolgante thriller que brinca com os limites entre realidade e ficção. Na obra, a escritora Delphine atravessa uma fase de bloqueio criativo e de depressão após o sucesso de seu último livro. Nesse momento, conhece a ghost-writer L., interpretada por Eva Green, uma mulher sedutora e misteriosa que, aos poucos, passa a dominar todas as esferas da vida de Delphine. O filme estreia no Brasil em 11 de janeiro.

 

  1. Touro Ferdinando

Inspirado no clássico infantil, a história acompanha a trajetória de um touro grande e forte, porém inofensivo, que prefere cheirar flores enquanto seus amigos brigam. Um dia, confundido com um animal muito feroz, Ferdinando precisará mostrar que não há nada de errado em ser diferente. No Brasil, Maisa dubla Nina, a menina que cria Ferdinando até ele ser capturado. A animação é dirigida por Carlos Saldanha, criador de Rio e A Era do Gelo, e chega aos cinemas brasileiros em 11 de janeiro.

 

  1. Love, Simon

Simon tem 16 anos e é gay, mas ninguém sabe disso. Ele só não contava que Martin, o bobão da escola, iria chantageá-lo ao descobrir sua troca de e-mails com Blue, o pseudônimo do menino por quem Simon se apaixonou virtualmente. Será que é preciso mesmo sair do armário? Por que, ao contrário dos adolescentes héteros, ele precisa passar por isso? Uma história arrebatadora sobre amadurecimento, amizade e amor. A adaptação do livro que conquistou milhares de fãs no mundo inteiro chega aos cinemas em16 de março nos Estados Unidos, ainda sem data no Brasil. O filme inspirado em Simon vs. a agenda Homo Sapiens conta com Nick Robinson, Katherine Langford, Jennifer Garner e Josh Duhamel no elenco. A produção ficará a cargo da mesma equipe do filme inspirado em A culpa é das estrelas.

 

  1. Cinquenta tons de liberdade

    O terceiro e último filme baseado na trilogia Cinquenta tons de cinza estreia dia 8 de fevereiro nos cinemas. Depois de assumirem um compromisso mais sério, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades à sua frente. Mas a vida dos dois reserva desafios que nenhum deles será capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E Christian precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar dos fantasmas do passado. Para quem está triste com o fim da série, vale conferir Mais escuro, segundo livro na visão de Christian Grey, que chega às livrarias em 19 de janeiro.

 

  1. Aniquilação

Dirigida por Alex Garland, aclamado por Ex-Machina: Instinto Artificial, a adaptação cinematográfica de Aniquilação tem Natalie Portman e Oscar Isaac nos papéis principais. No livro, um grupo de mulheres é enviado na décima primeira expedição a uma região conhecida como Área X, que foi isolada do resto do mundo e onde criaturas e fenômenos bizarros apagaram todos os vestígios da presença humana, exceto um misterioso farol. O filme inspirado no primeiro livro da série Comando Sul, de Jeff VanderMeer, chega ao Brasil em 22 de fevereiro.

 

  1. Mentes sombrias

A história se passa em um mundo apocalíptico. Uma epidemia mata a maioria das crianças e adolescentes da América e os sobreviventes desenvolvem poderes sobrenaturais. Eles são tirados de suas famílias pelo governo e enviados para campos de reabilitação. Interpretada por Amandla Stenberg, Ruby é uma das sobreviventes que consegue escapar com outras crianças em busca de ajuda. O filme tem previsão de estreia para setembro. O livro ainda não tem data de lançamento pela Intrínseca.

 

  1. Objetos cortantes

Com reviravoltas surpreendentes, Objetos cortantes é inspirado no primeiro thriller de Gillian Flynn, que narra o retorno da repórter Camille Preaker, interpretada por Amy Adams, à sua cidade natal para investigar o brutal assassinato de uma menina e o desaparecimento de outra. Hospedada na casa da família, com quem não fala há oito anos, a jornalista precisa lidar com as memórias difíceis de sua infância e adolescência. À medida que as investigações avançam, Camille passa a desvendar segredos perturbadores, tão macabros quanto os problemas que ela própria enfrenta. A minissérie produzida pela HBO estreia em 2018, ainda sem data definida.

 

  1. Big Little Lies

A série Big Little Lies, inspirada em Pequenas grandes mentiras, conta a história de três mulheres que aparentemente têm uma vida comum em uma pequena cidade da Austrália. Madeline é forte e passional, Celeste é dona de uma beleza estonteante e Jane é uma jovem mãe solteira. Os filhos dessas três mulheres estudam na mesma escola, onde acontece uma misteriosa tragédia. Vencedora do Emmy e com várias indicações ao Globo de Ouro, a série da HBO volta para uma segunda temporada em 2018.

testeAlcance suas metas: uma lista de livros para você começar 2018 inspirado

Fim de ano é o momento de avaliar o que foi realizado, o que ficou pendente, o que foi abandonado e o que será levado para os próximos 365 dias.

Talvez surja aquela crise: “meu deus, não fiz nada do que queria”. A correria do dia a dia, os boletos, os compromissos e até o medo da mudança adiam a realização de um projeto, e, muitas vezes, nossos objetivos ficam empacados, num canto empoeirado da rotina.

Mas 2018 está logo ali e não há tempo a perder! Para ajudar na missão de concretizar os sonhos que ficaram em stand-by, sejam os mais mirabolantes ou os mais simples, profissionais ou pessoais, criamos uma lista de livros que vão tirar seus planos da imaginação e coloca-los em prática. Confira!

1) Para inspirar: Elon Musk e Ted Talks 

As mentes empreendedoras e visionárias são sempre uma inspiração. Aqueles que ousam arriscar e ir além do óbvio cedo ou tarde obtêm êxito. Dois exemplos são Elon Musk – “o Homem de Ferro da vida real” – e Chris Anderson, presidente e co-fundador do TED.

Para grande parte da elite corporativa e do Vale do Silício, Musk é uma mistura de Steve Jobs e Bill Gates: um empresário audacioso que está construindo um império. Entre suas próximas metas está colonizar Marte. Isso mesmo.

Na biografia Elon Musk, o experiente jornalista Ashlee Vance apresenta um olhar inédito sobre a vida e as realizações inacreditáveis desse homem audacioso, com relatos exclusivos e depoimentos do próprio Musk. Vance escreve sobre a jornada do empresário desde sua infância na África do Sul até a ascensão ao topo do mundo corporativo. A obra foi indicada a Livro do Ano do Financial Times em 2015.

TED Talks é o manual definitivo para quem deseja apresentar suas ideias e projetos de forma clara para um público desafiador. Desde que assumiu o comando do TED em 2001, Anderson tem mostrado o poder que as palestras curtas e diretas têm de compartilhar conhecimento, despertar empatia, gerar empolgação e promover sonhos. Nos bastidores, ele acompanhou de perto palestras individuais sobre os mais variados temas, de personagens que vão de Bill Gates a Bono Vox, entre outros. No livro, Anderson compartilha seus insights mais relevantes, que cobrem desde a formulação do conteúdo da conferência até como tirar melhor proveito do palco.

2) Fique por dentro do cenário: As upstarts e Como o Google funciona

Para colocar uma ideia no mundo, é preciso saber o que está acontecendo. Em As upstarts: Como a Uber, o Airbnb e as killer companies do novo Vale do Silício estão mudando o mundo, Brad Stone conta a história da Uber e do Airbnb, duas empresas gigantes que se tornaram um fenômeno e mudaram o mundo em que vivemos em menos de dez anos. Com detalhes dos bastidores, perfil dos fundadores e uma análise profunda sobre o impacto dessas companhias, As upstarts foi considerado um dos melhores livros do ano pela Amazon. Curiosamente, Stone também escreveu sobre esse gigante do comércio digital – a Amazon –, no livro A loja de tudo.

Ainda no universo digital, Como o Google funciona, livro de Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg, reúne as valiosas lições que transformaram o Google em uma das maiores empresas do mundo. A partir da história e de curiosidades do dia a dia da start-up, eles mostram o caminho para que gestores e empreendedores abracem o espírito de inovação, atraiam e mantenham talentos em suas equipes.

3) Colocando em prática: Sprint: O método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias

Depois de se inspirar nas mentes brilhantes e conhecer melhor os cenários disponíveis, chegou o momento de tirar sua ideia do papel e colocá-la em prática. Para saber se um projeto inovador funciona ou não, é fundamental testá-lo. E nesse caso, nada melhor do que o método Sprint, um processo de trabalho fácil de entender e aplicar, criado pelo designer Jake Knapp na época em que ele trabalhava na Google.

Basicamente, consiste em desenvolver e testar uma nova ideia, produto ou modelo de negócio em apenas cinco dias. O método serve para equipes de todos os tamanhos, e pode ser utilizado por qualquer um que tenha uma grande oportunidade e queira desenvolver ideias, novos produtos ou negócios.

E aí, vamos nessa?!

testeEm 2018, ligue o f*da-se!

Essa é a época em que nos preparamos para o novo ano, fazemos planos e, é claro, estabelecemos aquelas razoáveis e perfeitamente alcançáveis metas para os próximos doze meses.

No mais puro espírito de A sutil arte de ligar o f*da-se, preparamos uma lista de “antimetas” para 2018. 

  1. “Este ano eu vou emagrecer! Vou entrar na academia! ”

A grande meta de ano-novo: vou ser mais saudável. Mais saudável para quem? Para aquelas revistas de saúde e bem-estar que inventam dietas insanas que ninguém consegue cumprir, exceto seres iluminados que provavelmente nem são deste planeta?

Muitas vezes emagrecer ou conseguir levantar mais peso não quer dizer necessariamente que você está mais saudável. Se seu corpo está funcionando bem e você está feliz com sua forma física, ligue o f*da-se para essa meta.

  1. “Eu vou economizar metade do meu salário todos os meses! ”

Lembra aqueles cadernos com adesivos na primeira página que você nunca usava em lugar nenhum porque estava “guardando para depois”? Temos péssimas notícias, querido leitor: não existe depois.

O mesmo funciona para o dinheiro que você acha que vai conseguir juntar. Na maior parte das vezes, a meta da economia de dinheiro vem acompanhada de algum objetivo impossivelmente caro. Seja uma viagem (para Dubai) ou um carro (zero e importado), sempre miramos alto demais, e a frustração que você terá na virada do ano que vem será ainda pior, e a próxima viagem, ainda mais impossível. Planeje a curto prazo, com objetivos menores, e use os adesivos do caderno de vez em quando.

  1. “Serei uma pessoa mais focada. Vou ser mais organizado. Vou reclamar menos.”

Você sabe de quem é esta mesa de trabalho?

Não? Nós ajudamos: Albert Einstein.

Se uma das mentes mais brilhantes da humanidade trabalhava no que só pode ser descrito como “destroços de um furacão”, por que a sua bagunça ou organização vão ajudá-lo a ter mais foco?

É uma questão muito próxima à da saúde: nós somos levados a acreditar que pessoas organizadas e alinhadas são mais focadas, mas a verdade é que não existe certo ou errado. Seja você um maníaco por limpeza ou um verdadeiro acumulador, o resultado final é o mesmo.

E sobre deixar de expressar seu descontentamento para o mundo, Anansi pode responder isso melhor do que qualquer mortal: 

“Raiva resolve tudo.”

  1. “Nesse ano, vou beber menos.”

Em 99% dos casos, essa frase é dita na manhã de 1º de janeiro, durante a maior ressaca do ano. Então ela quase não conta como meta para o ano novo, já que você não cumpriu o que prometeu nos primeiros minutos de 2018.

  1. “Em 2018, vou ler muito mais!”

Finalmente uma boa meta para o ano-novo! Que tal começar com um trecho de A sutil arte de ligar o f*da-se?

testeA coragem de existir num mundo que não me quer

Por Tales Avellar*

No dia em que a minha psicóloga me perguntou se eu tinha disforia de gênero, respondi com firmeza que não. Eu havia chegado ao consultório abalado, falando sem parar de um livro, mas achava que a leitura tinha mexido comigo por outras questões: transtornos mentais, infância solitária, dificuldade de me encaixar. Eu não era trans. Ponto final.

Apenas uma garota foi o primeiro livro com uma protagonista transgênero que já vi em uma livraria. Quando me sentei para folhear, me convenci de que havia me interessado apenas por simpatizar com causa a LGBT, já que, no ano anterior, eu tinha assumido sentir mais do que amizade por meninas. Cada parágrafo parecia arrancar um pedaço de mim, mas repeti que isso não significava nada. Afinal, a história de Amanda Hardy, uma adolescente que, depois de ser vítima de bullying, muda de cidade e tenta esconder sua antiga identidade, toca em aflições universais, e a escrita poderosíssima de Meredith Russo abala qualquer um que já sofreu rejeição por ser quem é.

Mas o que aconteceu quando voltei para casa naquela noite foi mais difícil de ignorar. Com os nervos à flor da pele, de repente me dei conta de uma série de sensações que costumava reprimir, como tendemos a fazer com o que não conseguimos explicar. Eu me vi em gestos simples como ajeitar toda hora o capuz, encolher o corpo contra o vento que marca a blusa, lidar com os olhares estranhos das pessoas e a ansiedade de ser visto como um menino.

Podia repetir o quanto quisesse que era apenas medo de assédio, um risco muito real, mas algo ainda não se encaixava. Não fazia muito tempo, depois de renovar todo o guarda-roupa, eu tinha começado a sentir que o meu corpo se tornava sólido, e achei que essa mudança seria o suficiente. Mas, mesmo perto de meninas que se vestiam feito eu, sentia uma pontada terrível no coração, uma suspeita apavorante de que algo ainda me separava delas. Havia finalmente conseguido um espaço para ser diferente – mas talvez fosse diferente até dentro dessa bolha. E isso eu não queria, não podia ser.

Foram meses até entrar no consultório e lutar por quase um minuto para murmurar as palavras:

– Lembra aquele livro? Acho que você estava certa. Eu sou trans.

Às vezes, simplesmente falar é um ato gigantesco. Eu me vi na Amanda por sentir a sombra de quem eu deveria ser pairando sobre mim a vida inteira, me sufocando, dando a impressão de que eu não era mais do que um fantasma. Eu me vi nela por acreditar por muito, muito tempo que precisava esconder partes essenciais minhas, me filtrar constantemente, ou ninguém conseguiria gostar de mim. Por isso, senti um impacto profundo quando a personagem conclui que é melhor ser autêntica e correr o risco de perder quem ama do que ter uma vida pela metade. Ninguém pode viver em função de ser aceito pelos outros.

Como a própria autora ressalta em uma nota ao final do livro, Apenas uma garota está longe de ser a história trans universal. Eu, pessoalmente, nunca pedi para o Papai Noel para ser menino, não me sinto nada “masculino” e nem mesmo exatamente homem, então não foi simples me encaixar ali. A diferença entre se sentir uma menina e um menino feminino é muito sutil, mas coloca vidas em jogo. Por isso é tão importante que essas histórias sejam contadas. Assim, as pessoas podem se identificar com alguém que até então parecia tão diferente delas. Ou, como eu, sentir o coraçãozinho dilacerado e, pela primeira vez, se reconhecer. Enfim enxergar uma possibilidade de vida, pois antes nunca nos deram nenhuma. E, com um pouco de sorte, perceber que ser você nunca vai ser errado.

Para quem ainda não conhece, Apenas uma garota é a história de Amanda Hardy, uma adolescente que, após uma cruel agressão, se muda de cidade e de colégio. Tudo que ela mais quer é viver como qualquer outra garota. Só que nesse novo lugar ninguém sabe que ela é trans. E, embora acredite que a mudança trará um recomeço, ainda não se sente livre para criar laços afetivos. Até que conhece Grant, um garoto diferente de todos os outros.  Enquanto traz à tona questões difíceis como dilemas existenciais, preconceito e bullying, o livro também fala de forma esperançosa e leve sobre amizade, descobertas e autoaceitação. A história foi parcialmente inspirada nas experiências da autora, Meredith Russo, que passou a viver de acordo com a sua identidade em 2013

Tales Avellar é autista, trans não binário e cheirador de livros em tempo integral. Aspirante a escritor e revisor, sente que está vivendo o auge de sua vida por ter um texto publicado no blog da Intrínseca.

testeSorteio Instagram – Destaques do ano parte 2 [Encerrado]

Vamos sortear 3 dos nossos destaques de 2017! Para participar, poste essa imagem em seu Instagram PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Instagram, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 26 de dezembro, segunda-feira, em nosso perfil no Instagram. Boa sorte! 😉

testeSorteio Facebook – Destaques do ano parte 2 [Encerrado]

Vamos sortear 3 dos nossos destaques de 2017! Para participar, compartilhe essa imagem em seu Facebook PUBLICAMENTE e preencha o formulário abaixo!

Atenção:
– Caso a mesma pessoa se inscreva mais de uma vez ela será desclassificada. Atenção: ao terminar de preencher o formulário aparece a mensagem “agradecemos a inscrição”. Espere a página carregar até o final para confirmar a inscrição
– Se você já ganhou um sorteio nos últimos 7 dias no Facebook, você não poderá participar deste sorteio.
– O resultado será anunciado no dia 26 de dezembro, segunda-feira, em nosso perfil no Facebook. Boa sorte! 😉

Confira os vencedores abaixo:

teste6 livros e filmes que celebram o Natal

Para entrar no clima natalino, separamos algumas histórias que emocionam e divertem pessoas de todas as idades!

1- O presente do meu grande amor, de Stephanie Perkins

 

Nos contos desta coletânea, histórias românticas se desenrolam em meio às festas de fim de ano. Embora o Natal seja a principal festa religiosa entre os brasileiros, no livro há outras celebrações, como o Chanucá e o Yule.

 

2- Meninas Malvadas

O filme não fala sobre a data, mas já virou um clássico de Natal por causa de uma cena inesquecível com as personagens vestidas de Mamãe Noel. No filme, Cady, interpretada por Lindsay Lohan, e suas amigas se apresentam ao som de “Jingle Bell Rock” na escola.

3- Simplesmente Amor

Para torcer pelas dez histórias de amor que se entrelaçam durante o período de Natal. Estrelado por Hugh Grant, Colin Firth, Emma Thompson, Liam Neeseon e Laura Linney, o filme encanta por mostrar histórias de amor deliciosas e o clima natalino da Inglaterra.

4- Extraordinário

A mensagem de Extraordinário é importante o ano inteiro, mas ganha mais peso nesta época. O livro traz lições valiosas de gentileza e aceitação. A adaptação da obra está em cartaz nos cinemas e tem uma cena linda na noite de Natal!

5- Esqueceram de mim

Não podíamos deixar de fora esse clássico da cultura pop! Desde os anos 1990, o filme com Macaulay Culkin é lembrado nas festas de fim de ano. Na história, uma família de Chicago planeja passar o Natal em Paris. Porém, em meio às confusões da viagem, um dos filhos acaba ficando para trás.

 6- Simon vs. a agenda Homo Sapiens

Um dos livros mais doces e engraçados dos últimos tempos e uma verdadeira ode ao amor, à amizade e à tolerância, Simon vs. a agenda Homo sapiens não é um filme sobre o Natal, mas vai deixar seu coração quentinho e feliz como só uma boa ceia é capaz de fazer. 

testeFive nights at Freddy’s está de volta

Se você é desses que não aguentam mais esperar por novidades sobre Five Nights at Freddy’s, temos notícias incríveis!

Depois do cancelamento do sexto jogo e dos problemas na produção do filme, parecia que FNAF tinha chegado ao fim em meio a todos os animatrônicos assustadores e pizzarias macabras. Até que Freddy Fazbear’s Pizzeria Simulator foi disponibilizado gratuitamente na internet.

Mais parecia um jogo de Atari do que a série dos robôs assassinos, mas ainda assim os fãs resolveram investigar. A curiosidade foi recompensada com diversas pistas que indicavam que o sexto jogo oficial está a caminho.

Além disso, o produtor Jason Blum, responsável por sucessos como Atividade Paranormal e Corra!, esteve no Brasil durante a CCXP – Comic Con Experience e revelou que o filme inspirado nos games vai acontecer! A produção ainda não tem data de estreia confirmada, mas parece que finalmente vai sair do papel. Quem você gostaria de ver enfrentando Freddy, Foxy, Chica e Bonnie?

E, para completar a rodada de boas notícias, vamos lançar o segundo livro de FNAF em março de 2018! Ainda sem título em português, Five Nights at Freddy’s: The Twisted Ones mostra as consequências das aventuras de Charlie e seus amigos na terrível pizzaria, retratadas no primeiro volume da série, Olhos prateados.