Clube de Leitura, Notícias

Clube de Leitura: Um mais um, de Jojo Moyes

6 / novembro / 2015

Por Bruno Leite*

Foto_livros_jojo_facebook

Embora nunca tivesse lido nenhuma obra da Jojo Moyes, sempre ouvi falar muito bem de seus livros. Foi com muita curiosidade que iniciei a leitura de Um mais um para o clube de leitura e acabei me surpreendendo com a narrativa da autora.

O romance conta a história de Jess, uma mulher que se casou depois de engravidar muito nova. Quando o marido sai de casa para tratar a depressão na casa da mãe, Jess precisa acumular dois trabalhos para sustentar a família composta por Tanzie, a filha que é um prodígio da matemática, Nicky, o enteado emo, e um gigantesco cachorro babão. Para garantir a educação e o futuro de Tanzie, Jess vai ter de recorrer a um geek milionário e fazer uma road trip cheia de surpresas.

Cada capítulo é narrado por um personagem, mas Jess rouba toda e qualquer atenção como protagonista dessa história, pois representa um sem-número de mulheres que cuidam dos filhos sozinhas e que trabalham muito para manter os alicerces de uma casa sem enlouquecer! Enquanto lia o livro, ouvi essas músicas em homenagem à Jess:

Com muita garra e generosidade, Jess é capaz de conciliar o inconciliável. Surpreendentemente, ela mantém a sanidade na maior parte do tempo e consegue lidar com os inúmeros problemas que insistem em tirá-la dos eixos. A cada reviravolta, a personagem revela um material humano riquíssimo, um misto de boa vontade e ímpeto realmente invejável. E, vocês? O que acharam da Jess? Também se apaixonaram por ela?

Acredito que eu não seja o único a pensar que esse impulso de tentar, a qualquer custo, dar um futuro melhor para os filhos não é uma característica singular da personagem: conheço muitas mulheres que se esforçam todos os dias para oferecer a seus filhos tudo aquilo que não tiveram. Vocês conseguem estabelecer semelhanças entre Jess e alguma mulher conhecida?

UmMaisUm_blog
As crianças em Um mais um são um espetáculo à parte! Tanzie é construída de maneira brilhante e lembra muito algumas crianças extraordinárias da literatura contemporânea, como Thomas Schell, de Extremamente alto, incrivelmente perto, e Christopher Boone, de O estranho caso do cachorro morto. A predisposição da garota para o impensável, sua sinceridade e sua meiguice fazem dela uma referência numa família nada usual. Além de suas habilidades excepcionais, Tanzie apresenta um comportamento contemplativo diante da situação financeira da família — sem contar a serenidade com que ela encara o desafio de vencer uma olimpíada de matemática cujo prêmio pode garantir seu futuro.

Tanto a mãe quanto a filha são mulheres fortes — característica que não atribuo somente ao instinto, mas às situações por quais passaram. Vejo como se ambas fossem pressionadas, de certa forma, a serem mais assertivas. Vocês conseguem enxergar essa peculiaridade em Tanzie? Que outras características de Jess vocês reconhecem em sua filha prodígio?

Nicky, o rejeitado, manifesta de diversas maneiras as dores de ser fruto de um relacionamento fracassado — ele é praticamente a personificação do que é ser largado a própria sorte. A relação entre ele e Jess envolve muita cautela e carinho. Aliás, a palavra carinho é a tônica do relacionamento entre os dois.

Destaco dois momentos em que Nicky se sobressai: o primeiro é quando Jess entra em seu quarto e sente um forte cheiro de maconha — ela acaba lidando de maneira muito natural e complacente com a situação. A segunda é o vazio cortante do capítulo cinco. Vocês também se encantaram com as crianças? Aliás, é possível chamar o Nicky de criança? O que acharam do comportamento de Nicky e Tanzie durante a viagem? Conseguem se imaginar na situação de algum deles?

Apesar de não ter sido nominalmente citado na minissinopse, Ed é um personagem elementar na história. Ele está exilado em sua casa de veraneio após um grande processo especulativo envolvendo sua empresa. Jess trabalha em uma agência de limpeza e presta serviços para Ed. Num dado momento, ele concorda em levar a família de Jess para a Escócia, onde a pequena Tanzie participará da olimpíada de matemática. Charmoso por ser um desastrado emocional, o personagem cresce ao longo do livro e revela várias outras nuances interessantes. Qual foi a reação de vocês ao ler as passagens de Ed? Achavam mais monótonas ou mais divertidas do que as de Jess? Como vocês encaram a evolução da relação dele com as crianças? E o que acham da ex-mulher dele? Eu esperava ansiosamente por passagens dela! E se Jess teve música tema, por que Ed também não teria?

Essas e outras tantas questões serão abordadas no dia 12 de novembro no Clube de Leitura, a partir das 19h30, no auditório da Livraria Cultura no Shopping Bourbon. A inscrição é feita pelo e-mail renato.costa@livrariacultura.com.br, enviando nome completo, CPF e contato. Caso você não possa comparecer, deixe nos comentários suas impressões sobre esse livro da Jojo e, por favor, me indique outros, pois ela ganhou um novo fã!

link-externoLeia um trecho de Um mais um

 

Bruno Leite, 26 anos, é estudante de Letras, trabalha há 8 anos no mercado editorial e é colaborador no blog O Espanador.

Tags , , , .

Leia mais Clube de Leitura

Clube de Leitura: F de Falcão

Clube de Leitura: F de Falcão

Clube de leitura: Baseado em fatos reais, de Delphine de Vigan

Clube de leitura: Baseado em fatos reais, de Delphine de Vigan

Comentários

4 Respostas para “Clube de Leitura: Um mais um, de Jojo Moyes

  1. Eu ando me aventurando pelos livros da Jojo Moye e são encantadores, por serem envolventes e te levam para outros países ou épocas. Agora vou colocar esse na minha lista de leitura por parecer interessante.

  2. Ainda não tive a oportunidade de ler este livro da Jojo, mas ela é a minha escritora favorita, todo livro dela te prende do inicio ao fim de forma encantadora. Eu recomendo como eu era antes de você.

  3. Encantador! Não tenho como dizer qual o meu preferido da Jojo, todos são incríveis e fantasticamente envolventes. Já li Como eu antes de você, Depois de você, A garota que você deixou pra trás, A última carta de amor e ontem finalizei Um mais um. Fã incondicional.

  4. Adoro como ela conta as histórias, como nos envolve. Acabei de ler o Um Mais Um e estou completamente apaixonada pelos livros da Jojo Moyes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *