Monica de Bolle

Coluna Monica de Bolle

8 / novembro / 2014

Desigualdade social e concentração de renda, dilemas que fazem parte da realidade brasileira, são os temas estudados por Thomas Piketty em O capital no século XXI, que a Intrínseca publica no Brasil com tradução da economista Monica Baumgarten de Bolle.

Especialista pela London School of Economics e colunista dos jornais O Globo e O Estado de S.Paulo, Monica passa a colaborar semanalmente para o Blog da Intrínseca com vídeos que farão outra tradução da obra de Piketty.

Nesta primeira postagem, Monica de Bolle explica o porquê do sucesso editorial sem precedentes de O capital no século XXI: um livro de economia com mais de 600 páginas que figurou nas listas de best-sellers de todo o mundo, causou polêmica e arrancou elogios da crítica especializada.

Além da relevância e atualidade, o grande diferencial do título é a forma como o tema é tratado. Piketty cria uma narrativa sobre a desigualdade social e a distribuição de renda usando dados dos últimos 200 anos e a literatura do século XIX. Autores como Emile Zolla, Honoré de Balzac, Charles Dickens e Jane Austen se notabilizaram ao denunciar as diferenças sociais ou ao retratar a miséria como pano de fundo de suas obras.

A tradutora também contextualiza para nós a importância do livro, que não traz dados brasileiros, visto que não foram disponibilizados para as pesquisas do economista francês.

“O Brasil tem de um lado um aspecto de economia desenvolvida e rica e, de outro, um aspecto de economia extremamente subdesenvolvida e pobre. Em notícias recentes a respeito de um estudo do IPEA, lê-se exatamente sobre como a miséria caiu ao longo dos últimos anos e como, na realidade, a pobreza estabilizou e agora voltou a subir um pouco.”

Thomas Piketty mostra porque e como a realidade do século XXI, em países ricos e pobres, tende a se reaproximar do panorama que inspirou tantas obras literárias do século XIX.

 

Tags , , .

Leia mais Monica de Bolle

Morcegos ressuscitam borboletas?

Morcegos ressuscitam borboletas?

As entranhas do populismo econômico

As entranhas do populismo econômico

Comentários

Uma resposta para “Coluna Monica de Bolle

  1. Baumgarten ?

    Cara Amiga, Li o seu nome na Revista Veja, de 1 de Julho. Acont

    acontece que meu saudoso avô chamava se Robert Baumgarten e a minha mãe foi uma nascida Edith Baumgarten. Tanto meus pais de Berlin como meus sogros de Viena foram assassinados pelos Nazis no Holocausto e pelo sei, não conheço outros Baumgartens, e me pergunto, será que existe um parentesco entro nos ?
    Seja como for, mando um cordial abraço, de Ernest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *