Notícias

Extraordinário é debatido em sala de aula no Rio

22 / setembro / 2014

Capa_Extraordinario

“Aquele que sofre bullying é como um espelho que se quebra. Por mais que se cole, dá pra ver as rachaduras, ou seja, as cicatrizes permanecerão. Portanto, não pratique bullying!”

A frase acima poderia ser um preceito do Sr. Browne, mas é uma reflexão da aluna Marcela Lobo, que cursa o sexto ano na unidade Centro do Colégio Cruzeiro, uma instituição particular do Rio de Janeiro. Para quem ainda não leu Extraordinário, de R. J. Palacio, o livro conta a história de Auggie, um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma grave deformidade facial. Aos dez anos, ele vai começar a frequentar a escola pela primeira vez e enfrentará algumas situações embaraçosas por causa do estranhamento de outras crianças em relação à aparência de seu rosto. A obra aborda temas importantes como compaixão, aceitação, gentileza e o respeito ao próximo. Um dos destaques do livro são os preceitos do Sr. Browne, um professor que utiliza palavras de sabedoria para incentivar e inspirar seus alunos.

A ideia de incluir a leitura de Extraordinário nos encontros do Clube do Livro do Colégio Cruzeiro foi da bibliotecária Marcelly Nascimento, que faz o papel de mediadora. Na ocasião, a turma assistiu ao booktrailer e debateu trechos do livro.

Fonte: Colégio Cruzeiro.

Créditos: Anderson Carvalho.

Invalid Displayed Gallery

Tags , , .

Leia mais Notícias

O cronista de Wall Street

O cronista de Wall Street

Pó de Lua pelo país

Pó de Lua pelo país

Cidade nas nuvens: resiliência, esperança e um livro que atravessa gerações

Cidade nas nuvens: resiliência, esperança e um livro que atravessa gerações

Saiba tudo sobre a minissérie baseada no thriller “Quem era ela”

Saiba tudo sobre a minissérie baseada no thriller “Quem era ela”

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *