Flip 2014, Notícias

Joël Dicker: “Por que escrever?

31 / julho / 2014

image

Mais do que um romance policial ou de mistério, A verdade sobre o caso Harry Quebert é um livro sobre escritores e a arte da escrita. Quem afirmou isso foi o autor da obra, Joël Dicker, durante coletiva com a imprensa em Paraty, na Flip 2014.

– Eu já tinha escrito cinco livros e publicado apenas um. Foi quando me perguntei: “O que me leva a escrever?” Aí decidi fazer um livro a respeito disso – revelou Dicker.

Antes de mergulhar na história de Marcus Goldman e seu mentor, Harry Quebert, Dicker conta que procurava adequar seus livros às regras do mercado literário. Ele acreditava, por exemplo, que uma obra com mais de 200 páginas estaria fadada ao fracasso.

– Me diziam que não era possível vender um livro assim. As pessoas perderiam o interesse ao ver o número de páginas. Quando comecei a história sobre o Harry Quebert, não pensei em fazer isso para ter uma obra impressa. Fiz porque achei divertido, porque os personagens me instigavam e a história me dava prazer. Só depois pensei em como faria para tentar publicá-lo.

Dicker disse ainda que só ouvia falar do Brasil em feiras literárias internacionais e ficou impressionado com a recepção que teve ao chegar aqui.

– As editoras com que tratei lá fora parecem animadas com um ou outro lançamento. Já por aqui, na Intrínseca, vi uma empolgação com uma série de títulos diferentes. Os leitores também me parecem bastante engajados. Estou gostando muito de tudo isso.

 

Tags , , .

Leia mais Flip 2014

Michael Pollan e Joël Dicker na Flip 2014

Michael Pollan e Joël Dicker na Flip 2014

Regulamento para o concurso cultural “#QualÉAPágina?”

Regulamento para o concurso cultural “#QualÉAPágina?”

O formidável Joël Dicker

O formidável Joël Dicker

A investigação alimentar de Michael Pollan

A investigação alimentar de Michael Pollan

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *