autores nacionais, Notícias

O novo romance de Edney Silvestre

24 / julho / 2013

Projeto gráfico Warrakloureiro

Vidas provisórias, o novo romance do premiado escritor e jornalista Edney Silvestre, chega às livrarias em 13 de agosto. Inspirado em sua experiência como correspondente internacional, Edney trata do exílio e do cotidiano de imigrantes brasileiros fora do país, vítimas de deslocamentos forçados em dois momentos marcantes da história brasileira: a ditadura militar e a implementação do Plano Collor.

Confira: Vidas provisórias já está em pré-venda 

Silvestre, vencedor do Prêmio Jabuti de Melhor Romance em 2010, retoma no novo livro a história de personagens de seus dois romances anteriores (Se eu fechar os olhos agora A felicidade é fácil). O resultado é um vigoroso retrato das transformações que ocorreram no país e no mundo nos últimos 40 anos, com uma trama que viaja pelo Chile, Suécia, Estados Unidos, França e Iraque.

(Foto: Divulgação/Estevam Avellar )

Em Vidas provisórias, Paulo e Barbara foram expatriados. Separados no tempo e na geografia, compartilham o estranhamento pela perda de suas identidades, o isolamento e a sensação de interrupção do curso normal de suas vidas. Diferentes motivos os levam ao estrangeiro. Em 1970, Paulo, perseguido pela ditadura militar, é preso, torturado e abandonado sem documentação na fronteira, de onde segue para o Chile e depois para a Suécia. Barbara, com uma identidade falsa, deixa o país para trás em 1991 — durante o governo Collor —, fugindo de um rastro de violência, e se instala nos Estados Unidos como imigrante ilegal.

Na Suécia, Paulo se apaixona por Anna, militante da Anistia Internacional, mas continua perseguido pelas lembranças dos sofrimentos que viveu. Nos Estados Unidos, Barbara, ainda adolescente, sobrevive de faxinas e serviços de manicure, abandonando seus sonhos de entrar para a universidade e conhecer o mundo. Sem falar inglês, sob o medo constante de ser desmascarada, ela convive com uma rede de prostitutas brasileiras e esconde uma paixão impossível. Satisfaz-se em ser mais um rosto anônimo e estrangeiro na multidão, sem se integrar ao país que escolheu habitar.

Leia um trecho de Vidas provisórias.

Tags , .

Leia mais autores nacionais

Julieta, por Eva

Julieta, por Eva

Eva, por Lucas

Eva, por Lucas

Eu prefiro amar

Eu prefiro amar

De onde vêm os romances

De onde vêm os romances

Comentários

4 Respostas para “O novo romance de Edney Silvestre

  1. De início já me senti encantada com o novo livro e com certeza será o próximo de minha coleção.

  2. Amei a descrição e já comprei! Sei que não vou me arrepender

  3. Acabei de ler o livro agora e ainda estou sob a impressão apaixonante da história. Amei tudo: o fluxo do texto, a construção da narrativa, o modo cuidadoso da edição, com as cores das páginas. Amei o capítulo 1999- os ruídos da rua, porque usa uma estratégia de narrativa absolutamente brilhante, contrapondo as vozes das personagens no silêncio de Bárbara (é de arrepiar, magistral) – lindo das primeiras às últimas linhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *