Destaque, Notícias

Boa notícia para os semideuses: disléxicos são criativos!

5 / abril / 2013

Pesquisas mostram o que já sabíamos: a dislexia nada tem a ver com inteligência, e crianças que sofrem desse distúrbio podem ser bastante criativas! Isso porque a dificuldade delas está estritamente ligada a ler, escrever e soletrar. Mas as formas de se expressar e se comunicar são inúmeras. Uma vez encorajados, e após descobrirem suas verdadeiras vocações, muitos disléxicos alcançam o sucesso.

Trabalhar com a audição — em substituição à leitura — pode ajudar muito no desenvolvimento de portadores de dislexia. Audiolivros e programas de computador que transformam o texto escrito em palavras faladas, e vice-versa, estimulam a mente e ampliam o vocabulário. Nas escolas, também é interessante conceder tempo extra nas provas e atribuir notas para criatividade e escrita separadamente.

Há casos de disléxicos célebres, como o ator Tom Cruise, a escritora Agatha Christie, o cientista Charles Darwin, o pintor Vincent van Gogh e o imperador da França Napoleão Bonaparte. Veja uma lista com mais dez disléxicos famosos, produzida com base em dados da Associação Brasileira de Dislexia – ABD:

– Cher (cantora)
– Franklin D. Roosevelt (32º presidente dos Estados Unidos)
– George Washington (1º presidente dos Estados Unidos)
– Leonardo da Vinci (artista plástico e inventor)
– Pablo Picasso (artista plástico)
– Robin Williams (ator)
– Thomas A. Edison (inventor da lâmpada)
– Winston Churchill (ex-primeiro-ministro britânico)
– Walt Disney (fundador dos estúdios Disney)
– Whoopi Goldberg (atriz)

Haley Riordan, filho do escritor Rick Riordan, tem dislexia e TDAH (transtorno do déficit de atenção com hiperatividade). Inspirado no filho, que aos 9 anos se recusava a ler, Rick, à época professor no Texas, criou o personagem também disléxico Percy Jackson. O jovem, filho de Poseidon, deus grego do mar, embarca em diversas aventuras para matar monstros e salvar o mundo.

Rick Riordan e seu filho Haley Riordan

O herói improvável e imperfeito da série Percy Jackson e os olimpianos — que já vendeu 2,1 milhões de exemplares no Brasil — vai mal na escola, tem dislexia e é hiperativo. Quando lhe contam que é um semideus, ele descobre que sua mente está programada para o grego antigo — e por isso ele lê palavras em outros idiomas misturadas na página — e que a hiperatividade é fundamental para mantê-lo vivo no campo de batalha.

A boa notícia para os semideuses brasileiros é que o mais novo livro da série de aventuras do personagem – A Marca de Atena – já está “saindo do forno” e será lançado pela Intrínseca em 3 de maio. Ansiosos?

Fonte (em inglês) The Wall Street Journal

Leia mais Notícias

As mais lidas de março

As mais lidas de março

Bob Dylan

Bob Dylan

Confira as fotos do lançamento de “Serpentário” em São Paulo

Confira as fotos do lançamento de “Serpentário” em São Paulo

A última carta de amor, de Jojo Moyes, vai virar filme

A última carta de amor, de Jojo Moyes, vai virar filme

Comentários

6 Respostas para “Boa notícia para os semideuses: disléxicos são criativos!

  1. “A Marca de Atena – já está “saindo do forno” e será lançado pela Intrínseca em 3 de maio. Ansiosos?” MUITOOOOOOOOOOOOOOOO

  2. Também to muito ansioso. Tomara que a intrinseca tenha feito uma boa tradução.

  3. Ih, tudo semideus esse pessoal ali de cima!

  4. Notícia massa!
    Legal saber que tantos caras genias tinham dislexia.
    Que venha “A Marca de Atena”!!!

  5. MUITO ansioso. Quando vão lançar os locais que serão realizados os eventos da Marca de Atena? *0*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *