Notícias

As livrarias não estão mortas, por Ann Patchett

19 / fevereiro / 2013

Ann Patchett, por Armando Sanchez para a revista Time

A premiada escritora norte-americana Ann Patchett levou sua paixão pela literatura a outro nível. Quando a última livraria de sua cidade natal, Nashville, Tennessee, encerrou suas atividades, Patchett fundou com Karen Hayes uma livraria independente usando recursos próprios. Para a autora de cinco romances vencedora do Prêmio Orange, “quando não há uma livraria em sua cidade, há um vazio incrível, porque você percebe que a livraria não é apenas o lugar em que se vai para comprar livros. É o ponto de encontro da comunidade”.

Nos Estados Unidos, a crise no setor já levou ao fechamento de todas as lojas da Borders — que deixou mais de 10 mil funcionários sem trabalho —, e a previsão é que a rede Barnes & Noble feche um terço de suas lojas nos próximos dez anos. No entanto, Ann Patchett afirma que sua livraria, a Parnassus Books, vai muito bem.

O segredo para Patchett está no diferencial de sua pequena loja: funcionários qualificados, capazes de conversar detalhadamente com os clientes, recomendar os livros que amam e até desaconselhar leituras. Pessoas que, segundo Patchett, podem “colocar os livros certos em suas mãos”.

Assista aqui ao vídeo publicado pelo The Huffington Post, em que Ann Patchett apresenta a Parnassus Books.

Eleita uma das 100 pessoas mais influentes pela revista Time em 2012, Ann Patchett é autora de Estado de graça, romance finalista do Prêmio Orange que estreou em 3° lugar na lista de best-sellers do The New York Times. Em 2013, a Intrínseca publicará Bel Canto, sua obra-prima vencedora do Orange de 2011.

Com informações de O Estado de S.Paulo.

Tags , .

Leia mais Notícias

Novo romance de Edney Silvestre será publicado pela Intrínseca

Novo romance de Edney Silvestre será publicado pela Intrínseca

A biblioteca de Pat Peoples

A biblioteca de Pat Peoples

Divulgado o primeiro pôster de “Pátria”, a próxima megassérie da HBO

Divulgado o primeiro pôster de “Pátria”, a próxima megassérie da HBO

Humanos e máquinas estão em guerra em Descender, novo quadrinho de Jeff Lemire

Humanos e máquinas estão em guerra em Descender, novo quadrinho de Jeff Lemire

Comentários

3 Respostas para “As livrarias não estão mortas, por Ann Patchett

  1. Bom ler isso … recentemente estava lendo o The Guardian e vi que muitas livrarias independentes do Reino Unido estão fechando desde 2005 e o número só aumenta =/

    Nos EUA tb … é bom ver que não é o caso desta livraria (:
    E é bom também ter lido que no Brasil as Grandes Livrarias que não vendem apenas livros vem ganhando muito espaço (:

    ;*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *