Notícias

As aparições de Hitchcock

25 / janeiro / 2013

Obcecado por detalhes, Hitchcock ressaltava: “Meus filmes são feitos no papel”. Em seus roteiros técnicos, cada cena era composta com o enquadramento adequado da câmera, que muitas vezes atuava como substituta da plateia. Janet Leight, a protagonista da célebre cena do chuveiro de Psicose, relata que sua câmera era absoluta e que “cada movimento era planejado antes que qualquer um no elenco sequer falasse com ele”.

Durante a organização meticulosa de cada filme, uma de suas etapas preferidas era a de decidir onde e como faria sua famosa aparição surpresa — segredo que mantinha até para a própria equipe. Segundo a figurinista Rita Riggs, Hitchcock “não contaria nada até o último momento possível”.

Em Psicose, o diretor está parado na calçada, usando um chapeú de caubói, quando a heroína Marion Crane volta apressada do almoço para a imobiliária. Confira abaixo essa e outras aparições do cineasta, em GIFs:




Fonte: Tumblr White Rainbows

Leitura obrigatória para todos os amantes do cinema, Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicosedo escritor e roteirista Stephen Rebello, parte da história verídica do crime que inspirou o clássico e expõe, minuciosamente, todas as etapas de produção do filme, além de trazer entrevistas com o próprio diretor e com a equipe envolvida nas filmagens. 


Saiba mais sobre os livros

Leia mais Notícias

Making Of: A cena do chuveiro

Making Of: A cena do chuveiro

O mestre da propaganda

O mestre da propaganda

Jim Hopper está de volta no novo livro do universo expandido de Stranger Things

Jim Hopper está de volta no novo livro do universo expandido de Stranger Things

Mariana Enriquez vence Premio Herralde de Novela 2019

Mariana Enriquez vence Premio Herralde de Novela 2019

Comentários

3 Respostas para “As aparições de Hitchcock

  1. Sou um grande apreciador da obra de Hitchcock. Mas tenho três grandes restrições à sua filmografia: Juno and the Paycock, The Paradine Case e Under Capricorn. Todos muito distantes da genialidade do mestre. Para mim esses filmes ou foram capricho ou erro do grande mestre.

  2. Quanto às aparições de Hitch em seus filmes pelo menos três delas são absolutamente inexpressivas, praticamente invisíveis: Suspicion (mal se vê o diretor em frente à vitrine); To Catch a Thief (Passar atrás de um carro que está sendo visto através da janela de uma casa!? Impossível ser visto!) e em The Men who knew too much, de 1956 (ele surge de costas no cantinho esquerdo da tela e bem distante do casal Doris Day-James Stewart). Ninguém vê!

  3. Mas o mestre nos brindou com aparições memoráveis! A melhor delas: Sentado no fundo do ônibus em Ladrão de Casaca e sendo observado por um hilário e cínico Cary Grant. Outra muito boa: Virar-se para a intrigada Jane Wyman em Stage Fright enquanto ela falava sozinha pela calçada! Sem contar com as geniais ‘participações’ em Life Boat, Dial M For Murder, The Birds ou Topaz! Grande mestre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *