Notícias

O fascínio do dia 15 de julho

12 / julho / 2011

 

“Foi um dia memorável, pois operou grandes mudanças em mim. Mas isso se dá com qualquer vida. Imagine um
dia especial na sua vida e pense como teria sido seu percurso sem ele. Faça uma pausa, você que está lendo,
e pense na grande corrente de ferro, de ouro, de espinhos ou flores que jamais o teria prendido não fosse o
encadeamento do primeiro elo em um dia memorável.”

Charles Dickens, Grandes esperanças

 

Não há quem fique impassível diante da possibilidade de ter um dia, um encontro ou uma decisão capaz de trazer consequências para toda uma vida. Em Um dia, de David Nicholls, essa data especial é o 15 de julho, dia de São Swithin. Segundo a tradição inglesa, o clima dos próximos quarenta dias será determinado pelo clima dessa data. No caso de Dexter e Emma, esse dia os acompanhará por 20 anos.

No romance, o 15 de julho marca a primeira noite que os então formandos Dexter e Emma passam juntos, em 1988. A partir daí, instantâneos, captados sempre nesta mesma data, registram o desenvolvimento do relacionamento dos dois até o ano de 2007.

Às vésperas do primeiro 15 de julho após a publicação do livro no Brasil, a Intrínseca e os leitores se preparam para celebrar a data. Na sexta-feira, todos estão convidados a compartilhar seus “dias especiais”, usando textos, trechos do livro, fotos, músicas ou vídeos. No final de semana, cinco clubes de leitura discutirão a obra nas cidades de Brasília, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo.

Como aquecimento, indicamos o Guia de Leitura do livro e o making-of da adaptação da obra para o cinema, com entrevistas dos atores Anne Hathaway e Jim Sturgess, da diretora, Lone Scherfig (Educação), e do próprio David Nicholls.

 

Tags , .

Leia mais Notícias

O australiano Markus Zusak, autor de A menina que roubava livros, está mais perto

O australiano Markus Zusak, autor de A menina que roubava livros, está mais perto

[Atualizado] Jim Carrey chega dia 27 no Brasil para a divulgação de Os Pinguins do Papai

[Atualizado] Jim Carrey chega dia 27 no Brasil para a divulgação de Os Pinguins do Papai

Se você não imagina uma feminista de burca, precisa ler este livro

Se você não imagina uma feminista de burca, precisa ler este livro

Saiba tudo sobre o novo livro de Rick Riordan

Saiba tudo sobre o novo livro de Rick Riordan

Comentários

5 Respostas para “O fascínio do dia 15 de julho

  1. Um livro adorável, nos mostra situações que realmente acontecem. E é muito triste, com um final que nos pega de surpresa.

  2. No dia 14 de julho conheci o amor da minha vida, nós ficamos juntos na virada para o dia 15, e depois nos reencontramos no fim da tarde do dia 15. Não me lembro se choveu ou não, mas como diz a lenda algo permaneceu. Hoje eu sei que eu encontrei a pessoa que mais amei na minha vida 😉

  3. 9 de julho o dia em que começou minha história de amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *