Notícias

Bárbara Paz dá vida à fúria de Lolita Pille nos palcos cariocas

16 / junho / 2011

 

Ontem à noite, saí, fui ao Cabaret e ao Queen, depois enchi a cara de pó com A até as oito
horas da manhã, dormi três horas e fui fazer um aborto. Eu receava o depois, mas o depois
não tem nada de terrível, tomei um drinque
com uma amiga depressiva, e agora vou fazer
compras nas butiques, hoje
é  um dia como os outros. — Hell Paris – 75016

 

Envolta em espessas nuvens de fumaça de cigarro, Bárbara Paz se despe em frente à plateia e se apresenta: “Eu sou uma putinha. Daquelas mais insuportáveis; da pior espécie. Meu credo: ‘Seja bela e consumista.’” A atriz interpreta toda a fúria de Hell, a polêmica protagonista de Hell Paris – 75016, de Lolita Pille. Trata-se da primeira adaptação da obra para o teatro, assinada por um dos grandes diretores do cinema nacional, o argentino naturalizado brasileiro Hector Babenco, em parceria com Marco Antonio Braz.

Na peça, Bárbara contracena com Paulo Azevedo, que vive Andrea — outro jovem tão rico quanto Hell, e igualmente fútil e imerso em desespero. Com foco na trágica paixão entre os dois, o espetáculo é fiel à obra de Lolita Pille, que ela escreveu aos 17 anos nas mesas dos cafés da moda, às quatro horas da manhã, após os excessos nas boates mais caras de Paris.

Se os ricos não são felizes, é porque a felicidade não existe.


Com movimentos enérgicos e um cigarro que, ininterruptamente, pende de seus lábios, a atriz troca dezenas de roupas enquanto destila toda a vaidade, a arrogância e o niilismo de Hell, uma patricinha do 16ème Arrondissement, bairro nobre de Paris, que descreve, sem censuras, sua vida: noitadas regadas a cocaína, repletas de consumismo e sexo sem amor. Hell é uma garota fútil e detestável sob todos os aspectos e que resume sua vida assim: “Aos 14 anos entrei numa boate e nunca mais saí.”

 


Veja galeria de fotos.

Parceria

Em parceria com a produção do espetáculo, a Intrínseca sorteará, semanalmente, um par de convites de Hell em seu perfil no Twitter. Além da promoção, que será realizada às quintas-feiras até o fim da temporada (31 de julho), um exemplar de Hell Paris – 75016 será sorteado ao final de cada espetáculo.

Hell está em cartaz no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea.

Temporada: de 13 de maio a 31 de julho
Apresentações: de quinta a domingo
Horários: quinta, sexta e sábado – 21h 30 / domingo – 19h
Ingressos: R$ 60,00 (quinta); R$ 70,00 (sexta); R$ 80,00 (sábado e domingo)

FICHA TÉCNICA

Adaptação: Hector Babenco e Marco Antonio Braz
Diretor: Hector Babenco
Atriz: Bárbara Paz
Ator: Paulo Azevedo
Cenário: Felipe Tassara
Figurinos: Renata Correa e Giulianna Romano
Visagismo: Giovanni Bianco
Iluminação: Beto Bruel
Trilha sonora: Murilo Hauser

Tags , , .

Leia mais Notícias

Coletiva de blogueiros com Elizabeth Eulberg

Coletiva de blogueiros com Elizabeth Eulberg

Trailer legendado de “Um Dia”

Trailer legendado de “Um Dia”

Árvore dos desejos mostra como a amizade e a empatia podem mudar o mundo

Árvore dos desejos mostra como a amizade e a empatia podem mudar o mundo

A impactante história de uma jovem em busca de seu lugar no mundo

A impactante história de uma jovem em busca de seu lugar no mundo

Comentários

Uma resposta para “Bárbara Paz dá vida à fúria de Lolita Pille nos palcos cariocas

  1. Nossa, cara, essa Barbara Paz é fera, doido! E bonita tambem. Beijo, galera (que nao conheço)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *