Joaquim Ferreira dos Santos na Bienal do Livro Rio

Convidamos os leitores para um bate-papo e sessão de autógrafos com Joaquim Ferreira dos Santos, autor de Enquanto houver champanhe, há esperança. O autor participará da mesa “Histórias da TV e sociedade” (com Artur Xexéo e Patrícia Kogut) às
19h30 no Café Literário| Pavilhão Azul. A sessão de autógrafos acontecerá às 21h, na Praça de Autógrafos ao lado do Café Literário.

Saiba mais sobre a nossa programação na Bienal.

 

REGRAS

– Retirada de senhas para o bate-papo a partir das 18h30 na porta do Café Literário seguindo a ordem de chegada;
– A distribuição de senhas é limitada a uma (1) por pessoa, respeitando a capacidade do espaço;
– A senha é válida somente para o mesmo dia de retirada e ao respectivo evento;
– A tolerância de entrada é de até 15 minutos após o início da sessão, depois desse horário, os lugares vagos serão liberados para os interessados que estiverem na fila de espera, respeitando a capacidade do espaço.

Não haverá distribuição de senhas para os autógrafos que serão realizados na Praça de autógrafos, ao lado do Café Literário. A fila será formada por ordem de chegada.

Zózimo e a história do Rio

enquanto_1-col

A Intrínseca acaba de lançar a biografia do jornalista Zózimo Barrozo do Amaral. Para quem não sabe, Zózimo foi um dos maiores colunistas do jornalismo brasileiro. Atuou entre 1969 e 1997 nos dois principais jornais cariocas da época, Jornal do Brasil e O Globo, e mudou a forma de fazer colunismo social, usando notas curtas e incluindo a política, entre outros temas, no conteúdo.

O livro Enquanto houver champanhe, há esperança, maravilhosamente bem escrito pelo jornalista Joaquim Ferreira dos Santos, recupera, além da vida do colunista, um longo período da história do Rio de Janeiro. Não se trata de um relato formal e cronológico dos fatos, mas de um sensível olhar sobre as mudanças de comportamento dos cariocas e, de certa forma, dos próprios brasileiros ao longo das últimas décadas.

Mesmo tendo como foco o cotidiano nas redações da grande imprensa nacional, a biografia de Zózimo consegue captar como a vida na cidade foi se transformando, desde o reinado inquestionável do café-society e das famílias ricas e tradicionais (Guinle, Monteiro Aranha, Marinho etc.) até os dias de hoje, com o domínio das celebridades de prestígio muito questionável, como jogadores de futebol, estrelas de reality show e todo tipo de arrivista.

Imagino que a Intrínseca, isto é, o publisher Jorge Oakim, tenha consciência da relevância editorial da história do Rio de Janeiro. Pois nos últimos meses foram lançados pelos menos dois livros, Os Guinle e essa biografia de Zózimo, que resgatam as mudanças no estilo de vida e na cultura dos cariocas ao longo do século XX. A curiosidade sobre a vida no Rio de Janeiro não se restringe aos estudiosos e ao público local. Em todo o país, e mesmo no exterior, há um enorme interesse sobre o passado recente da capital cultural do Brasil.

Lançamentos de Novembro

estanteintrinseca_novembro16_blog

Confira as sinopses e trechos dos livros que publicaremos neste mês:

A química, de Stephenie Meyer: Uma ex-agente especial fugindo de seus antigos empregadores precisa aceitar um novo trabalho para limpar seu nome e salvar a própria vida. A química, o primeiro lançamento inteiramente inédito da autora em seis anos, é um thriller diferente de tudo o que ela já publicou. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas

Não se enrola, não, de Isabela Freiras: “Enrolar-se: pensar de um jeito e fazer exatamente o contrário”. Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra em seu terceiro livro os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas4

O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares, de Ransom Riggs: Jacob cresceu ouvindo as histórias fantásticas que o avô contava. Essas histórias foram perdendo o encanto à medida que ele crescia, até que, aos dezesseis anos, tudo volta à tona para se provar real. O primeiro livro da série chega agora às livrarias em edição de luxo. [Leia +][Leia um trecho]estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas8

O som do amor, de Jojo Moyes: um romance sobre obsessão, manipulação, segredos e paixões, O som do amor é um dos primeiros livros escritos pela autora do best-seller Como eu era antes de você. Por meio de personagens carismáticos e capazes de tudo para realizar seus objetivos, Moyes mantém seu estilo inconfundível em uma brilhante história sobre recomeços. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas5

Enquanto houver champanhe, há esperança: Uma biografia de Zózimo Barrozo do Amaral, de Joaquim Ferreira dos Santos: Por quase trinta anos a sociedade brasileira foi desnudada pela escrita espirituosa do jornalista Zózimo Barrozo do Amaral em sua coluna diária no Jornal do Brasil e depois em O Globo. Joaquim Ferreira dos Santos reconstitui toda a trajetória do colunista, desde sua infância, passando por seu começo de carreira quase acidental no jornalismo, até conquistar uma coluna assinada aos vinte e sete anos. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas7

História da sua vida e outros contos, de Ted Chiang: Ícone da ficção científica contemporânea é publicado pela primeira vez no Brasil em coletânea que inclui o conto que inspirou o filme A Chegada. Com apenas quinze trabalhos publicados, entre contos e novelas curtas, sua pequena produção contrasta com expressiva quantidade de premiações: os oito textos reunidos em História da sua vida e outros contos ganharam no total nove importantes prêmios, dentre eles Nebula, Hugo, Locus, Sturgeon, Sidewise e Seiun. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas3

O cérebro adolescente, de Dra. Frances E. Jensen com Amy Ellis Nutt: Por muitos anos, cientistas acreditaram que o cérebro adolescente era essencialmente como o de um adulto, apenas com menos experiência. Na última década, porém, neurologia e neurociência revelaram que nos anos da adolescência acontecem estágios vitais de desenvolvimento cerebral. Um livro acessível e bem embasado que lança um novo olhar sobre o cérebro dos jovens. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas2

Unidos somos um, de Pittacus Lore: O aguardado desfecho da série Os Legados de Lorien, repleto de surpresas e reviravoltas de tirar o fôlego. A guerra entre a Garde e os mogadorianos, que por tanto tempo ocorreu em segredo, tornou-se um conflito global. Agora, os humanos precisam aceitar não só que alienígenas existem, mas também que terráqueos estão começando a manifestar poderes sobrenaturais. [Leia +][Leia um trecho]

estanteintrinseca_novembro16_blog_paginasinternas6