Tony e Susan

Austin Wright
  • Formato(s) de venda: livro, e-book
  • Tradução: Rubens Figueiredo
  • Páginas: 336
  • Gênero: Ficção
  • Formato: 16 x 23
  • Lançamento: 10/08/2011

Há vinte e cinco anos, Susan Morrow deixou Edward Sheffield, seu primeiro marido. Certo dia, em sua nova casa, no subúrbio, onde mora com o segundo marido e os três filhos, ela recebe, pelo correio, um embrulho que contém o manuscrito do primeiro romance de Edward. Ele lhe pede que leia seu livro: Susan sempre foi sua melhor crítica, justifica.

Ao iniciar a leitura, Susan é arrastada para dentro da vida do personagem Tony Hastings, um professor de matemática que leva a família de carro para a casa de veraneio no Maine. Quando a vida comum e civilizada dos Hastings é desviada de seu curso de forma violenta e desastrosa, Susan se vê às voltas com seu passado, obrigada a encarar a própria escuridão e a dar um nome para o medo que corrói seu futuro e que vai mudar sua vida.

Publicada pela primeira vez em 1993, esta obra de Austin Wright teve nova edição, dezessete anos depois de seu lançamento, por se tratar, segundo seus editores americanos, da "mais impressionante obra de arte da ficção americana desde Revolutionary Road, de Richard Yeats", publicado no Brasil como Foi apenas um sonho.

Austin Wright

Austin Wright

AUSTIN WRIGHT nasceu em Yonkers, Nova York, em 1922, e foi professor de língua e literatura inglesa durante 23 anos na Universidade de Cincinnati. Escreveu obras de não ficção e outros seis romances além de Tony e Susan.

Resenhas

Um livro muito inteligente, e também uma narrativa sensacional sobre leitura, casamento, crises e vingança.

The Times

Arrebatador... Hipnótico... Absolutamente irresistível.

The New York Times

Um romance sobre as histórias que contamos para os outros e as histórias que contamos para nós mesmos. Um livro surpreendente.

The Guardian

Uma obra de arte. Um romance inteligente, repleto de emoções. Tony e Susan nos faz querer ler outras obras de Wright.

Chicago Sun-Times

Esplendidamente bem-escrito - o que menos se espera de uma história de sangue e vingança. Lindo.

Saul Bellow

Cativante, aterrador, bonito e apavorante... Sei que jamais esquecerei este romance.

Ruth Rendell

Arrepiante, iluminado, maravilhoso.

Donna Leon

Um thriller com a pegada de um pit bull. Este é um romance com imensa astúcia e velocidade perturbadora. Por que Wright não é mais conhecido é um mistério para mim. Ele é brilhante.

Rupert Thomson