Listas

Cinco razões para conhecer Big Little Lies

22 / março / 2017

Por Luana Freitas*

Se você não está vendo Big Little Lies ou lendo Pequenas grandes mentiras, de Liane Moriarty, que deu origem à série da HBO, pare o que está fazendo agora mesmo e entre nessa história que está dominando o comentário geral.

Se você ainda não se convenceu, fizemos uma lista de razões para conhecer o livro/a série: 

1) Mulheres em primeiro plano

Toda a trama é construída a partir de cinco mulheres totalmente diferentes entre si: a quarentona Madeline (Reese Witherspoon), que vive às voltas com os cuidados das filhas e tem que aturar a presença constante do ex-marido e a relação próxima da filha mais velha com a madrasta sou-magra-linda-e-perfeita; a rica e belíssima Celeste (Nicole Kidman), invejada por todos por causa do marido lindo, mas que não é tão feliz quanto parece; a executiva poderosíssima Renata Klein (Laura Dern), que se sente culpada pela pouca atenção que dispensa à família; a mãe solteira Jane (Shailene Woodley), que acaba de chegar à cidade e tem um passado nebuloso; e Bonnie Carlson (Zoë Kravitz), a madrasta da filha de Madeline, que apenas quer que todo mundo se dê bem e seja feliz, mas recebe ferroadas de Madeline o tempo todo. Se o livro nos faz mergulhar na psique de cada uma, com cada capítulo sendo narrado brilhantemente a partir da perspectiva de uma delas, na série nos deparamos com uma caracterização incrível — dá para entender a posição e a personalidade de cada uma dessas mulheres pelas roupas, pelo corte de cabelo, pelo carro e principalmente por suas casas. Outro fator que dá o tom da série é a trilha sonora diversificada, que é um escândalo à parte.

 

2) Sinceridade para lá de envolvente (e muitas vezes desconcertante)

Essa história é basicamente sobre mães e relacionamentos em geral. A diferença é que nada é pintado com cores suaves. Principalmente nos diálogos, o que se vê são pessoas sem a pretensão de serem perfeitas que verbalizam dilemas e dificuldades que todos nós enfrentamos, mas temos vergonha de admitir. Bora trabalhar a inveja, a culpa, a competitividade e aquela vontade de jogar tudo para o alto às vezes. A verborragia de palavrões de uma das personagens principais chega a dar um aliviozinho no coração.

 

3) Vai ser difícil não identificar alguém que você conhece (ou você mesmo) em alguma situação abordada

Como já foi dito, discute-se muito os problemas de relacionamento, mas não espere ver a típica família de comercial de margarina. Refletindo os tempos atuais, há uma mistura interessante de arranjos familiares: pai que trabalha em casa e cozinha para família + mãe que trabalha meio período; casal superbem-sucedido que trabalha muito e tem babá; uma mãe solteira; filhos de pais separados que formaram novas famílias e tiveram mais filhos — ou seja, muito ciúme, ressentimento e competividade. Lembrando que essas pessoas se esbarram em um dos ambientes com mais nitroglicerina do planeta: a entrada da escola.

 

4) Mistérios cabeludíssimos

Falando em escola: o ponto de partida para a história é um grande mistério envolvendo bullying dentro de um colégio, o que dá início a uma série de conflitos e tensão crescente. Como se isso não bastasse, a estrutura fragmentada da cronologia revela logo de cara que houve um assassinato ligado a essa tensão toda, mas só lá para o final o leitor/espectador descobre quem foi o assassino e quem morreu.

5)Velhos problemas, novas abordagens

Além das atuações brilhantes das atrizes que interpretam as personagens principais, Big Little Lies tem despertado diversos debates sobre violência doméstica e traumas gerados por violência sexual ao mostrar as vítimas de uma forma a que não estamos acostumados a ver nos livros e filmes. Várias cenas nos causam espanto e somos desafiados a colocar em xeque os nossos conceitos.

Ou seja, não faltam são motivos para você conhecer melhor o universo de Pequenas grandes mentiras. Leia o livro, assista à série e entenda por que não param de falar em Liane Moriarty.

*Luana Freitas é editora assistente de ficção e não ficção estrangeiras. Estuda tradução e até hoje se espanta com o universo de descobertas que faz ao trabalhar com livros.

Leia mais Listas

Mulheres, uni-vos!

Mulheres, uni-vos!

Séries para esperar em 2017

Séries para esperar em 2017

5 séries que acabaram cedo demais

5 séries que acabaram cedo demais

4 coisas que você vai aprender sobre o amor

4 coisas que você vai aprender sobre o amor

Comentários

Uma resposta para “Cinco razões para conhecer Big Little Lies

  1. Adorando a serie, instigante, aflitiva as vezes e muito bem conduzidas pir atrizes fantantasticas e personagens maravilhosamente angustiantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *