Notícias

Trecho de Depois de você

11 / janeiro / 2016

blog_DepoisDeVoce_511x396 (2)

Depois de você, continuação de Como eu era antes de você, dá sequência à história de Lou Clark. Morando em um flat em Londres, ela trabalha agora como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga a voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Leia um trecho da aguardada sequência do romance de Jojo Moyes em primeira mão, que chega às livrarias em 15 de fevereiro.

 

“Chego em casa à uma e quinze e entro no apartamento silencioso. Troco a roupa pela calça do pijama e um moletom com capuz, depois abro a geladeira, pego uma garrafa de vinho branco e sirvo uma taça. Está tão ácido que franzo os lábios. Dou uma olhada no rótulo e me dou conta de que devo ter aberto na noite passada e me esquecido de tampar. Então decido que nunca é uma boa ideia pensar muito nessas coisas. Segurando a garrafa, me jogo numa cadeira.

Há dois cartões no console da lareira. Um é dos meus pais me desejando feliz aniversário. O “parabéns” da minha mãe é tão incisivo quanto uma punhalada. O outro é da minha irmã, sugerindo que Thom e ela venham passar o fim de semana aqui. Já faz seis meses. Há duas mensagens de voz no meu celular, sendo que uma é do dentista. A outra, não.

Oi, Louisa. Aqui é Jared. A gente se conheceu no Dirty Duck. Bem, a gente ficou (risada abafada, esquisita). Foi só… sabe… eu gostei. Pensei que talvez pudéssemos repetir. Você tem meu número…

Quando acaba o conteúdo da garrafa, penso em comprar outra, mas não quero sair de novo. Não quero ouvir o Samir do mercado vinte e quatro horas fazer uma de suas piadas sobre minhas garrafas de Pinot Grigio. Não quero ter que falar com ninguém. De repente me sinto exausta, mas é o tipo de exaustão que faz a cabeça zumbir e significa que, se eu for para a cama, não vou conseguir dormir. Por um instante, penso em Jared e no fato de que suas unhas tinham um formato estranho. Estou me preocupando com unhas de formato estranho? Encaro as paredes vazias da sala e subitamente me dou conta de que na verdade preciso de ar. Preciso mesmo de ar. Abro a janela do corredor e, sem firmeza, subo a escada de incêndio até chegar ao telhado.

A primeira vez que subi, nove meses atrás, o corretor me mostrou como os inquilinos anteriores haviam montado um pequeno jardim lá em cima, espalhando alguns arbustos em vasos de metal e colocando um banquinho.

“O terraço não é oficialmente seu”, dissera ele, “mas o seu apartamento é o único que tem acesso direto. Acho bem agradável. Você poderia até dar uma festa aqui em cima!”

Fiquei olhando para ele, me perguntando se eu parecia o tipo de pessoa que dava festas.

Já faz tempo que as plantas murcharam e morreram. Pelo visto, não sou muito boa em cuidar das coisas. Estou de pé no telhado, observando a escuridão bruxuleante de Londres lá embaixo. À minha volta, há um milhão de pessoas vivendo, respirando, comendo, discutindo. Um milhão de vidas completamente diferentes da minha. É um tipo estranho de paz.

As luzes amareladas brilham enquanto os ruídos da cidade sobem no ar noturno, motores aceleram, portas batem. Vários quilômetros ao sul, o barulho brutal e distante de um helicóptero da polícia, o feixe de luz vasculhando a escuridão à procura de algum malfeitor que sumiu em algum parque. Ao longe, uma sirene.

Sempre tem uma sirene. “Não vai demorar muito para você se sentir em casa aqui”, dissera o corretor. Quase caí na gargalhada. A cidade parece tão alheia a mim como sempre pareceu. Mas, por outro lado, ultimamente todos os lugares parecem alheios a mim.

Hesito, depois subo no parapeito com os braços erguidos ao lado do corpo, feito uma equilibrista ligeiramente bêbada. Colocando um pé na frente do outro, ando devagarinho pelo concreto e a brisa arrepia os pelos dos meus braços. Logo que me mudei para cá, quando tudo me atingiu com mais força, às vezes eu me desafiava a andar de uma extremidade a outra do prédio. No momento em que chegava do outro lado, eu ria sob o ar noturno. Viu? Estou aqui, viva, bem no limite. Estou fazendo o que você mandou!”

Leia mais aqui.

Tags , , , .

Leia mais Notícias

A continuação de Como eu era antes de você

A continuação de Como eu era antes de você

Divulgado trailer de Como eu era antes de você [ATUALIZADO!]

Divulgado trailer de Como eu era antes de você [ATUALIZADO!]

Livro que inspirou filme com Viola Davis chega às livrarias em outubro

Livro que inspirou filme com Viola Davis chega às livrarias em outubro

Confira as fotos do evento com Felipe Castilho na Bienal do Livro de São Paulo 2018

Confira as fotos do evento com Felipe Castilho na Bienal do Livro de São Paulo 2018

Comentários

41 Respostas para “Trecho de Depois de você

  1. Estou terminando de ler o 1º e já estou ansiosa para o lançamento do segundo. Obrigada Jojo Moyes e Intriseca por proporcionar essa leitura maravilhosa.

  2. Os desencontros da vida! Um amor conquistado vencndo o dia a dia! Uma sensibilid ade e descrita com todos os detalhes! !!! Amar dói. …porque neste mundo de imperfeiçoes….ele tambem foi atingido….

  3. Acabei de ler “como eu era antes de vc”. E estou arrasada com a morte dele mas mesmo assim foi o melhor livro que li estou apaixonada pela história.
    Agora vou providenciar o “depois de vc” . Expectativas a mil… Obrigado jogo moles.

  4. Mal posso esperar a chegada do segundo.Uma historia cativante e apaixonante❤

  5. Amei esse livro, foi o primeiro livro que me levou a uma enxurrada de lágrimas, foi difícil de passar os soluços!!!!!!! Ansiosa pelo segundo.

  6. Terminei de ler “Como eu era antes de você” ontem aos prantos. Hoje o dia está difícil, a história não saí da minha cabeça, ainda está difícil de engolir todo aquele final, a despedida deles, a carta de Will para Lou. Enfim, poucas história mexeram tanto comigo assim.
    Acordei decidida a não continuar a história, é difícil imaginar uma Lou sem o Will, mas não achei justo – comigo, com ela, com o Will e com a autora – preciso ver como é o “Depois de você”, mesmo que a história me custe mais lágrimas e um período de adaptação enorme. Antes do almoço, já garanti o meu na pré-venda. Lou merece continuar viva dentro do meu imaginário…

  7. Ameeeeiiiioo !!!! Perfeito, o primeiro livro é perfeito, esse tambem vai ser !!!

  8. Mayra faço das suas palavras as minhas. Nossa.. acabei de ler tb e estou assim, estarrecida até agora. Mexida mesmo… vou ler mais por uma questão de brios. Não consigo imaginar a vida dela sem ele.. estou mto abalada.. querendo acreditar que alogo muito bom a espera.

  9. Achei a história linda….muito triste….mas a vida é realmente assim. Não é um conto de fadas. Espero que o segundo seja tão bom quanto o primeiro.

  10. Comprei este livro e dei de presente a minha amiga Karen. Ainda não tinha o lido, mas estava disposta a lê-lo mais ainda quando assisti o trailer do filme. Eu simplesmente amei profundamente a história, mas fiquei triste pelo final, na verdade até hoje quando penso na história e no fato que Lou acordaria na manhã seguinte e não viria mais Will, isso estremece meu coração, e no fato de como pessoas deixaram isso acontecer, mesmo que fora uma decisão do próprio Will, não consigo imaginar a dor imensa que isso causará a todos que o amava e até a ele mesmo. Este livro é o melhor que já li em minha vida, sem dúvida, pois é uma história encantadora, onde a esperança, o amor, carinho, compreensão, família, respeito estão contidos na história. Eu não mudaria nada na história, entretanto, eu acrescentaria um final alternativo, onde mesmo com as dificuldades para viver, Will e Lou poderiam ficar juntos e saber que isto bastava. Pois o amor, o carinho e os cuidados mudaram o jeito de Will pensar em ter uma nova chance de viver e que poderia contar com a sua família e Lou até sua existência. Enfim, só tenho que agradecer a Deus por colocar uma escritora sensacional para escrever histórias lindas e que permita que seus leitores se apaixonem a cada dia mais por estas histórias que faz lembrar que somos humanos, e que somos diferentes, que a vida não é fácil, mas que há pessoas como Lou que fazem nossos dias melhores.

  11. Nossa a 1° história é fantástica. quanto mais lia mas tinha vontade… me apaixonei pelos personagens… carinho, compreensão… vontade de ver o outro feliz, por mais que estivesse doendo… chorei muito no final, pensei que Lou iria conseguir evitar os planos de Will, enfim só quem sabe o sofrimento é está passando ou já passou. o importante é que cada um aprendeu com o outro. Uma história apaixonante que não sai da minha mente… Não vejo a hora de começar a continuação.

  12. Nossa, detesto livros que nao tenham um final feliz. Meu…chorei horrores com o final. Mas olhando com outros olhos, essa história teve 2 finais: 1 feliz, para Will, e 1 tremendamente triste_ o de Lou.
    Foi incrivel cada passagem de pagina, terminei de le-lo ontem e ainda hoje estou com 1milhao de nós na garganta, e de vez em quando ainda pego uma lágrima conhecendo meu rosto. A história mechei muitoooo comigo… a cada pagina eu me enchia de esperança sobre Will mudar de idéia. Esperei o livro todo para Lou beijar Will e quando em fim acontece, vem soco destruindo meu coração. Nossaaa foi horrivel…
    Nao sei se quero ler o 2 🙁

  13. Amo ler. Então o que tenho a comentar é que essa leitura muito rápida. É tão cativante e intrigante que li o livro em dois dias. Cada página era uma sensação muito prazerosa. No final achei que o Will talvez oudesse mudar de ideia. Por esse motivo mesmo é que o final foi muito triste. Sempre as leituras finais são os “felizes para sempre”. Mas a vida é assim mesmo. Uns vão, outros ficam e a tristeza e a alegria vivem juntinhos. Façamos de nossa vida toda felicidade do mundo. É isso que nos fortalece a cada dia. Parabéns a autoria e já estou indo comprar a continuação.

  14. Eu nunca fui tão tocada por um livro, como fui por esse! A expectativa de Lou para ver Will era exatamente o que eu sentia quando abria mais uma página pra ler. Sim eu queria um final diferente para o dois, mas compreendo o Will. Chorei muito e me apaixonei por eles, estou com a leitura viva dentro de mim. Alguma coisa dentro de mim mudou a partir deste livro. Parabéns Jojo, vc foi maravilhosa!

  15. Terminei o livro ontem a noite. E nossa! Como chorei. Acordei de madrugada com ele na cabeça, com o Will de antes sem a Lou e tbm com o Will e Lou juntos e inseparáveis. Estou até agora triste, arrasada com final triste de um livro e um romance mais livro que já li em toda minha vida. Tbm me identifiquei muito con Lou. Estou pensando até em não assisti mais ao filme! Mais não consigo. Apesar de toda a tristeza e tantas lágrimas que ja derramei e ainda derramo eu quero. Irei para o segundo livro. Mais triate em saber que não tem mais Will. Chorei p caramba ao ler os comentários acima. Jojo Moyes esta de parabéns. Mais conseguiu me deixar completamente arrasada e até mesmo meio devagar em relação aos meus afazeres. .. pensei tbm em fazer um final para ele. Kkk um final feliz

  16. Acabei de ler como eu era antes de você… E não vejo a hora de comprar Depois de você… Queroooo muuuuuito.

  17. Ansiosa pela estreia do filme. Amei o livro !

  18. Odiei o primeiro por me fazer chorar e entrar em depressao, e com certeza vou odiar o segundo por fazer a mesma coisa. Mas não posso deixar de ler! Mesmo a historia do primeiro me lembrando que a maioria das vezes não existe esse tal de final feliz!

  19. Nossa amei o livro. Muita emoção….. Já estou no segundo livro, achei interessante a presença de Will tão “viva” de will na história.

  20. Não li o livro assistir o filme duas vezes e chorei litros mais tambem sorrir muito emocionante e mexeu muito comigo agora vou ler o segundo livro com muita saudades de Will mais quero rever a Lou linda

  21. Estou desolada,faz uma semana que vi o filme ,já assisti 5 vezes … E eu realmente fiquei muito deprimida mesmo com esse filme ,com a história … Enfim me dei conta que que sou muito como a Lou .. sinto que estou estacionada no mesmo lugar a muito tempo… E não me vejo saindo … Não sei bem por onde começar ..Na idade de 35 anos não sei por onde começar ..só que preciso .

  22. Conclui hoje a leitura do livro Como eu era antes de você, simplesmente amei e deixei a história cravada em mim, pois li ouvindo a música “Photograph”. Conhecimento é poder.

  23. Gostei muito dos dois livros o primeiro contrariar muitas leitoras que sempre acham que todo final tem que ser feliz ☺, a continuação é excelente amei

  24. Mto melhor q o primeiro. Me deixou com um gostinho de continuação

  25. amei! o livro é sempre mais especial, sempre melhor. Obrigada!

  26. Amei…maravilhoso, tem que ter continuação. Lou e sam

  27. Eu amei essa história,é tão profunda,vi o filme e todas as vezes choro.
    Eu gostaria muito que a autora fizesse um outro final, sei lá..com uma suposta invenção da medicina e pelo menos mexesse os braços e ficasse com ela, vendo andar com os vestidos loucos que ela usava.
    Não achei justo um amor tão puro não ser vivido, mesmo que na realidade ,as coisas não acontecem como queremos.
    Que sonho esse novo final.
    E o filme também a partir de uma parte com um final lindo.

  28. O livro em si da a entender que o amor deles superaria tudo
    Mais poderia sim ter im fim alternativo ele podeira ter dado a chance de viver esse amor
    Foi trajecamemte terrível esse fim.

  29. Li o livro como eu era antes de vc fiquei apaixona por Wil e por Lou não gostei do final tinha a esperança que por amor ele desse mas uma chance pra vida ou desse mas um tempo para ver se ele conseguiria vive desse jeito

  30. Perfeito de mais!!
    “Como eu era antes de você” deixa muita a pensar,refletir,e claro um decisão não tão agradável…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *