Notícias

O árabe do futuro

12 / fevereiro / 2015

Ilustração_Arabe do futuro

Recém-chegada de Paris, a família Sattouf se instalou em uma moradia gratuita assim que desembarcou em Trípoli, na Líbia, em 1978. Após um passeio pela cidade, a surpresa: seus pertences jaziam cuidadosamente empilhados na frente da casa. A porta estava trancada e o novo morador nem titubeou: seguira à risca as orientações de Kadafi. O Estado das Massas abolira a propriedade privada e incentivava seus cidadãos a ocuparem os imóveis vazios. Aquele agora era o lar dele.

link-externoLeia também: Riad Sattouf participa da FLIP 2015

capa_arabe do futuroA cena insólita faz parte das lembranças de Riad Sattouf, 36, reconhecido quadrinista da nova geração francesa e ex-colaborador da revista Charlie Hebdo. Filho de mãe francesa, nascida na Bretanha, e de pai sírio, de uma aldeia próxima a Homs, Sattouf retrata em O árabe do futuro – Uma juventude no Oriente Médio (1978-1984) o choque cultural experimentado por uma criança criada na França socialista de Mitterand ao vivenciar as ditaduras da Síria de Assad e da Líbia de Kadafi.

link-externoLeia um trecho de O árabe do futuro

Em menos de um ano, o primeiro tomo da autobiografia de Sattouf teve mais de 90 mil exemplares vendidos na França e recebeu, no início de fevereiro, o prêmio principal da 42ª edição do Festival Internacional de Quadrinhos de Angoulême. Essa foi a segunda vez que Sattouf levou a honraria francesa; em 2010, foi premiado pela HQ Pascal brutal, um deboche ao estereótipo dos fortões movidos a testosterona.

Além de ter 17 livros publicados, Riad Sattouf também é cineasta. No ano passado, roteirizou e dirigiu seu segundo longa-metragem, Jacky au royaume des filles, protagonizado por Vincent Lacoste e Charlotte Gainsbourg. O primeiro, Les beaux gosses (2009), ganhou o César de melhor filme, foi indicado à Câmera de Ouro (Caméra d’or) em Cannes e levou quase um milhão de espectadores aos cinemas.

Riad-Sattouf

Riad Sattouf por Renaud Monfourny

Em entrevista ao jornal O Globo, Sattouf explica que o mergulho em sua história pessoal foi deflagrado pela eclosão da guerra civil na Síria em 2011 e pela operação de resgate por ele empreendida para retirar seus familiares de Homs, um dos epicentros da revolta. Já o título do quadrinho surgiu da obsessão de seu pai pela edificação de um “árabe do futuro”. Para o patriarca, defensor do pan-arabismo e que conheceu a mãe do quadrinista enquanto estudava na Sorbonne, o homem árabe deveria se instruir para escapar do obscurantismo religioso. O árabe do futuro não seria supersticioso ou escravo das potências — teria uma concepção de progresso aliada às tradições.

link-externoLeia também: Revivendo o passado através de O árabe do futuro, por José Messias

Leia mais Notícias

“Segundo – Eu me chamo Antônio” em Fortaleza

“Segundo – Eu me chamo Antônio” em Fortaleza

“Segundo – Eu me chamo Antônio” no Recife

“Segundo – Eu me chamo Antônio” no Recife

Confira as fotos do lançamento de Em nome dos pais em Brasília

Confira as fotos do lançamento de Em nome dos pais em Brasília

Tudo que você queria saber sobre As provações de Apolo

Tudo que você queria saber sobre As provações de Apolo

Comentários

29 Respostas para “O árabe do futuro

  1. Achei um pouco estranho o desenho da capa deste livro (“O árabe do futuro- Uma juventude no Oriente Médio”), de Riad Sattouf. Pelo que se vê, o casal anda (com o filhinho nos ombros do pai) sob o regime de Kadafi. Mas se o livro trta do “árabe do futuro”, por que o livro não é ilustrado por esse ser imaginado? O ‘árabe do futuro’ vai continuar andando um passo ‘a frente da sua mulher? Pensei que O árabe do futuro pudesse andar lado a lado com A árabe do futuro…

  2. Sra Regina, nota-se claramente que a sra não leu o quadrinho e apenas viu a capa…

  3. Incrível!!! Baita livro… Fantástico!!! Preciso saber quando a continuação estará disponível!

  4. O livro é muuuuito bom! Mas Há muitos balões e frases em ” árabe ” que não foram traduzidos. Já saiu a continuação ? Grato !

  5. Quando vocês pretendem lançar o volume 2? Li o primeiro e gostei muito.

  6. Oi, Helaine! Tudo certo? Vamos lançar no ano que vem. Assim que tivermos novidades, anunciaremos. 😉

  7. Livro maravilhoso! Riad é de uma incrível sensibilidade! Consegue passar emoções profundas através de suas frases e seus desenhos! Fantástico! Esperando pelo lançamento do segundo livro no Brasil!

  8. Excelente álbum. Mostra uma visão diferente de dois mundos que se confrontam. Quando teremos o volume 2 em português?

  9. Agora em 2016, Luis! Anunciaremos a data em breve. 🙂

  10. Pessoal, li os dois volumes e achei um mix de história com humor inteligentíssimo! Quando sai o volume 3?

  11. Oi, Paulo! Tudo bem? Ainda não temos data. Assim que tivermos novidades, divulgaremos. 😉

  12. Qual a previsão para lançamento de O árabe do futuro 3 no Brasil?

  13. Já li os dois primeiros, gostei, mas é imprescindível a leitura da continuação, para tecer comentários. Grata

  14. Ainda não temos essa informação, Mirnalene. Divulgaremos assim que tivermos. 🙂

  15. Oi, Rafael! Tudo certo? Não temos previsão. Assim que tivermos novidades, divulgaremos. 🙂

  16. Olá! Gostaria apenas de manifestar meu interesse pelo volume 3 dessa HQ. Adorei os dois primeiros volumes!

  17. Eu ri muito com o comentário da Regina hahahaha. Aquele típico “mico”.

  18. Tem que ser muito ruim de estratégia para, quando os leitores estão ávidos pela continuação da história, não ter o livro lançado. Se não poderiam dar conta da publicação toda, não deviam ter nem começado… Passado esse ímpeto, o leitor se esquece e, amanhã, quem sabe se tornará a ler. Depois reclamam de crise no setor de impressos e livros… Mais sorte nas próximas empreitadas…

  19. Olá, Aldir!

    Infelizmente o autor ainda não publicou a continuação do segundo livro da série. Em nenhum lugar você pode encontrar o livro ainda. Assim que for lançado, nós teremos previsão aqui no Brasil, ok?

  20. Olá, gostaria de ser informando quando sair o volume 3.

  21. Olá! No momento ainda não temos previsão. Qualquer novidade, avisaremos!

  22. Olá, no momento não temos previsão! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *